#phdvisita: Apartamento alugado de decoração industrial


Muita gente acredita que decorar um apartamento de maneira pessoal é só para quem tem um imóvel próprio. Engana-se redondamente quem concorda com isso. Hoje há inúmeras maneiras de incluir a personalidade dos moradores mesmo sendo inquilino, levando em conta 3 quesitos básicos:

- Você terá que devolver o apartamento do mesmo jeito que encontrou;
- Você deverá investir somente em recursos que poderão ser levados embora quando desocupar o imóvel;
- Qualquer melhoria pode ser feita e descontada do aluguel somente se o proprietário concordar.

LEIA TAMBÉM: DIY - A PORTA DECORADA COM FITA ISOLANTE

E foi isso que meus queridíssimos amigos Guto e Leo levaram em conta quando começaram a deixar o apartamento deles do jeito que queriam. A ideia era transformar o imóvel alugado em um canto cheio de identidade, com muitas referências do estilo industrial. E como eles estavam com muita disposição e criatividade, decidiram colocar a mão na massa desde o processo de pintura das paredes, até a construção dos móveis para o escritório.

As maiores inspirações dos garotos foram encontradas no nosso santo Pinterest. A primeira ideia adotada foi incluir o cimento queimado na decoração, usando e abusando da tinta Cromanil na sala e corredor.


Para dar um toque pessoal à composição, os meninos tiveram uma brilhante ideia: incluir uma faixa amarela que ganhou um precioso destaque entre a cor do cimento da parede e o branco do teto. Logo abaixo, quadros de seus filmes favoritos dispostos lado a lado, anunciando que ali moram dois nerdzinhos de respeito.


O mais legal de tudo é que o cimento queimado combinou muito bem com o piso laminado do apartamento, responsável por deixar o ambiente bem aconchegante e acolhedor.

LEIA TAMBÉM: 10 COISAS QUE APRENDI SOBRE DECORAÇÃO (E DEPOIS QUEBREI A CARA)

Voltando as soluções indispensáveis para imóveis alugados, algo fundamental para a decoração é investir em mobílias modulares, como racks, aparadores, guarda-roupas, entre outros artefatos que não são feitos sob medida. Eles costumam ser confeccionados em tamanho padrão para espaços distintos, capazes de serem adaptados a cantos diversos, e ideais para enfiar no caminhão de mudança e levar embora ao devolver o apartamento para o proprietário. 



Uma coisa que os meninos adoram são plantinhas das mais diferentes espécies! Vocês vão notar que todos os cômodos possuem essas adoráveis cias vivas, e elas super ajudam a deixar o ambiente, que tinha tudo para ser frio devido ao cimento queimado, em um cantinho muito, mas muito confortável! E não é que o Thomas, mascote (e reizinho) da casa, também adora ficar pertinho delas?



Para a sala, meus queridos moradores já pensaram em algo levemente colorido, com algumas almofadas vermelhas, dando um contraste para as estampas étnicas também encontradas por ali. O amarelo também se faz presente nos detalhes do rack e na linda lamparina no canto do espaço. 




Agora a gente parte para a simpática varanda! Logo ao lado da mesa, a hortinha vertical deixa todos os temperinhos naturais logo a mão, dando uma carinha de quintal para o espaço. Um lugar super delícia para qualquer refeição ou reunião com os mais chegados.




O outro cantinho da varanda ganhou um pequeno aparador cheio de vasinhos dos mais diferentes tamanhos e tipos. 



Acho que o ambiente mais difícil de decorar em um apartamento alugado é o banheiro, pois eles costumam ter o revestimento original da construtora, principalmente quando o proprietário já compra o imóvel pensando exclusivamente em alugá-lo. Mas isso não foi um trabalho difícil para o Guto e o Leo, que só com algumas prateleiras já deixaram este quadrado branco com uma outra cara! 



E finalmente chegamos ao famoso escritório! Digo famoso porque ele fez sucesso em um grupo de decoração do Facebook que participamos! Os meninos construíram tanto a mesa como as prateleiras, e economizaram muitos reais (muitos mesmo!) só por botarem a mão na massa! As tábuas de madeira foram compradas sob medida na Sodimac, e as mãos francesas ganharam uma generosa camada de tinta spray acobreada, dando um charme incrível ao cômodo, que também ganhou uma pintura salmão com cinza nas paredes. 




Para deixar o espaço ainda mais divertido, diversos colecionáveis foram dispostos entre os livros e filmes da dupla, como Funkos, dinossauros, entre outras belezinhas.



Já o cantinho de leitura foi montado ao lado da porta. A cadeira de madeira ganhou a cia de um pelego fake e uma almofada colorida, destacando-se com a ajuda da luminária de chão, e as duas lindas cabeças de materiais distintos, dois super achados em uma viagem à NY, adicionaram todo o charme que o canto precisava.



Eu sou A-PAI-XO-NA-DA por esse rinoceronte maravilhoso! Olha que contraste lindo dele na parede salmão!


E por fim, chegamos ao quarto. Um cantinho que eu particularmente acredito que é impossível ter insônia, tamanho o conforto que as cores escolhidas adicionaram ao ambiente! As duas paredes azuis petróleo controlaram com precisão a iluminação natural vinda da janela. O cimento queimado também se fez presente, mas desta vez incluído no detalhe superior, rente ao teto. 


Claro que não podia faltar uma plantinha, né? Junto com a luz amarela das luminárias, elas se tornaram o acompanhamento perfeito para o aconchego acolhedor da cor predominante. O ambiente ficou aquecido na medida certa, fazendo com que a ausência da cabeceira nem fosse notada (e cá entre nós, não fez a menor falta!)


A TV do dormitório foi pendurada na parede, assim como o aparelho da sala, e para esconder os fios que teimam em aparecer quando não temos um painel próprio para isso, eles tiveram uma ideia genial: passaram todos os fios por uma tubulação aparente, que eles mesmos fizeram. Este toque industrial deixou de ser exclusividade de galpões e estabelecimentos comerciais para dar o ar da graça (e que graça!) em ambientes internos de residências. Lindo, cheio de personalidade e de baixo custo.

Qual o trabalho que os meninos terão ao devolver o apartamento? Pintar tudo de branco. SÓ. De resto, tudo é desmontável, "encaixotável e mudável". Esse é um daqueles projetos inspiradores feito pelos próprios moradores que a gente passa a acreditar que tudo é possível quando se tem criatividade, né? Fora que, do meu ponto de vista, a gente se sente mais a vontade em casa quando ela é exatamente a representação de nossa personalidade - o nosso recanto. E isso o Guto e o Leo fizeram com maestria.

PS: Este apartamento tem a mesma planta e metragem do lar doce lar da Clau e do Fê, que vocês conheceram no #phdvisita anterior. O mais legal de mostrar as duas decorações, uma de um apartamento comprado e a outra de um alugado, é que vocês podem comparar as duas possibilidades com o mesmo resultado: dois lugares incríveis para serem chamados de lar.

2 comentários:

  1. GENTE EU AMEI - amei a mesa que por sinal ja pinei - EU ADOREI REAL.
    nao consigo no momento descrever o quanto eu curti e me identifiquei!
    as plantas dao um toque de lar né?
    ADOREI - eu realmente nao consigo descrever tamanho amor que senti por esse ap.

    caosarrumado.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post. Realmente tem muita gente que se priva de ter um cantinho "seu" por conta disso, de ser alugado. Amei as ideias e levarei comigo. Super útil!

    ResponderExcluir

Instagram