Mischa Barros: Introdução à pele #1

08:00:00


Olá bonitas (os) !
A vida é cheia de imprevistos, abrace-os! 
Não entendeu nada? Relaxa que vou encher vocês de dicas e desmistificar o uso da base. 
Primeiramente, algo que me dá até comichão quando ouço: "Não quero parecer rebocada!". Gente, dificilmente alguém usará maquiagem e passará despercebido. Por erros ou acertos, a sua base estará perfeitamente aplicada, linda e impecável, mas sempre haverá um olho treinado que perceberá. Então tenha em mente, rebocada você não vai parecer, agora... maquiada, vai sim. Porém se estiver mal aplicada, só lamentos, nesse caso aconselho que leia este post até o final MEIXMO. 
Agora que entrou na cabeça, conformou e você não liga mais pra leigos, continuemos.

Pó não é base 

Existem bases em pó, mas são coisas totalmente diferentes. Um pó compacto não vai fazer o papel de uma base e muitas vezes é o responsável pelos rostos acinzentados que vemos desfilando por aí. 
Cada um tem uma prioridade, mas dentro de um kit profissional ou até mesmo da sua necessaire, a base costuma/deveria ser um investimento. Imagina que depois de décadas você acertou aquele delineado gatinho e passou um batom lindo de morrer. Se seu rosto estiver manchado, desigual, com pontos ressecados ou marcas de pincel quem vai olhar o delineado? Pois é! 
Isso me leva a falar sobre o que eu deveria ter mencionado no começo, cuidados com a pele. Porque, querida, pode passar uma YSL Foundation, se você não cuidar da sua pele, ela vai continuar uó ou talvez pior, porque os produtos podem acentuar alguns probleminhas, e eu vou continuar feliz com a minha TimeWise de cada dia. Para evitar isso, lave e hidrate o rosto ao menos. O uso do protetor solar diariamente também é importante, além de esfoliar a pele uma vez por semana, que também não vai matar ninguém. É mais gostoso perder um tempinho realçando seus melhores traços do que escondendo o que poderia ter evitado.

O corretivo

Já disse (acho), e vou repetir: o corretivo que você passa no rosto pode ser usado abaixo dos olhos, mas não necessariamente o contrário. Sempre use um corretivo que case perfeitamente com sua base na hora de cobrir aquela espinha ou manchinha chata. Via de regra, um tom mais claro vai enfatizar o que você quer esconder.
Vale lembrar que tem um post falando sobre o uso do pó solto e/ou translúcido aqui, e nesse aqui, explico um pouquinho como saber se a sua pele possui tons frios ou tons quentes. 
Sabendo um pouco sobre cor, agora você vai escolher sua base de acordo com o seu tipo de pele e o seu gosto pessoal (mais ou menos cobertura). Pele oleosa, seca, normal ou mista. Digamos que você não tem muito conhecimento teórico, mas sabe que sua pele é oleosa. Na hora de comprar a base, a dica universal é: olhe o rótulo. Se tiver estampado "acabamento luminoso, alta cobertura", significa que vai ficar bem seboso. Nesse caso é melhor evitar, não é? Essas e outras informações como, 12 horas de uso, FPS 10 e blá blá blá, você acha simplesmente lendo a embalagem.
Recomendo que você escolha uma base que se funda com a cor do seu pescoço. A pele do rosto, em 95% dos casos é mais clara, ou possui variação de tons. Nada de máscara, gente.
E por fim, escolha a aplicação que mais te agradar. Experimente antes de gastar pra car$@#$# em um pincel que dá um resultado lindo na moça do lado, mas em você... bom, você esperava mais (experiência própria).
Ressaltei alguns dos pontos que acho essenciais. Só pra ajudar azamigue a parar com os carão, literalmente. Em breve "me aprofundarei" no assunto, e trarei mais dicas e macetes pra vocês.

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe