Mischa Barros: Saindo bem na foto

08:00:00


Olá bonitas (os)!

Nos últimos dias, uma quantidade significativa de amigas vieram me perguntar sobre o uso do pó branco. CALMA! Pó translúcido, que é comumente usado para finalizar e "assentar" a maquiagem. Pois então, decidi abordar o assunto.

Particularmente, essa é uma etapa que, às vezes quase sempre, eu costumo pular quando faço minha maquiagem, por motivos de (preguiça) preferir bases de acabamento matte. Mas nesse calor do Agreste, e com a pele oleosa que eu tenho, o pó solto translúcido ou setting powder é um salva vidas, ou salva rostos.
Associarei aqui o pó translúcido aos mais claros porque, geralmente, são os que dão mais problema, mas pra constar: existe pó translúcido com cor. A diferença, como o nome diz, é que ele não dá cobertura e fica pouco visível por conta da textura fina.
O PROBLEMA: se você nunca riu da gata que saiu com a cara branca na foto, parabéns! Espírito puro! Porque o mesmo produtinho que salva a vida, faz passar carão. Quem nunca viu o panda invertido? Gasparzinho? Amy Winehouse? E aquelas fotos das celebridades com manchas brancas no rosto, sempre ao redor do nariz, da boca, dos olhos? Pra mostrar que até os maquiadores das celebridades pecam em determinado momento. POR QUE isso (ainda) acontece? O fator principal é a formulação do produto.
Não só o pó translúcido branco, mas produtos que contenham FPS, exemplo bases, contém ingredientes que causam o famoso flash back, ou seja, refletem a luz de maneira intensa deixando a área com o produto muito clara (branca mesmo).
COMO EVITAR - post formato receita caseira - LEIA O RÓTULO! Tão importante quanto saber quais os ingredientes que compõem os alimentos que você ingere diariamente, é saber o que você aplica no seu rosto. Ainda mais no rosto de outras pessoas. Um rostinho branco não é nada perto de uma alergia. Sermões a parte, quando for escolher seu pó translúcido, dispense:
- SILICA (foge gata)
- MICA ou SILVER MICA
- ÓXIDO DE ZINCO
- DIÓXIDO DE TITÂNIO - um dos componentes principais nos FPS

Olha aí o rótulo! A-M-O a Mary Kay, mas é melhor deixar esse pra dias sem flashs e fotógrafos.

Existem outros, mas esses são os mais comuns nas fórmulas atuais. Você também pode encontrar esses componentes em bases minerais.
Lembrando sempre que os ingredientes são dispostos por ordem de quantidade, o primeiro se encontra em maior quantidade e assim vai... Então se você pegar um pó em que esses ingredientes estejam entre os primeiros na descrição, será quase uma garantia de "cara pálida".
Algumas dicas;
- O flash sempre vai clarear. Então, se você sabe que naquele evento vai ter paparazzi pra todos os lados, não foca SÓ no pó, selecione melhor os produtos para preparar a pele.
Decidiu usar pó?
1 - Use um pincel duo fiber para a aplicação no rosto todo ou zona T, as cerdas mais finas e suaves permitem uma aplicação bem mais sutil. Passe longe da esponja!
2 - Se você ainda ama seu iluminado abaixo dos olhos, prefira por um pó claro, mas em tons de pele ao invés do pó puramente branco.
3 - Não esquece de olhar a embalagem, tá?
4 - Eu misturo o meu pó translúcido (linha Dermablend da Vichy) que particularmente, nunca tive problemas com flash backs - recomendo, principalmente para meus amigos maquiadores que ainda não conhecem a marca - com um pó solto que tem cor para finalizar a área abaixo dos olhos. Não existe um canto do meu rosto que não seja oleoso, então preciso selar o que eu passo. E nesse dia eu não estava afim de fazer a Kim Kardashian, então "quebrei" aquele efeito super iluminado, deixando mais para o tom da minha pele. Fica a dica pra adaptar a cor daquele pó escuro que está encostado, ou aquele claro demais que você não consegue usar.

Agora ninguém mais sai fantasma na foto, né gente? Besos

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe