Decorando um alugado


Um dos maiores desafios de quem aluga uma casa ou apartamento é deixá-lo com a sua cara gastando pouco. E digo isso porque quando somos inquilinos, não temos a liberdade de quebrar uma parede, trocar uma porta ou piso sem o consentimento do proprietário. E óbvio que também seria um investimento desnecessário, já que tudo isso não seria seu, e teria que ser deixado para trás na próxima mudança. 
Mas eu disse que isso é um grande desafio, e não impossível. E posso dizer isso com convicção e autonomia, já que passei por isso e vou passar de novo muito em breve! Abaixo, listei algumas diquinhas que usei e que usarei novamente nesta saga que é mudar para um lugar que não é 100% seu, e deixá-lo a sua cara da melhor forma possível:

1. Antes de alugar, estude suas possibilidades


Antes de fechar qualquer negócio, converse bastante com o proprietário ou corretor do imóvel, para saber se você terá a liberdade para pintar as paredes e pendurar quadros.  Veja também se o apartamento está dentro de seu gosto, como o modelo de piso, a disposição e textura das paredes, se o tamanho da planta atende suas expectativas e necessidades, etc. Se o cafofo apresentar algumas problemas, negocie a melhoria desse babado para depois não sobrar dores de cabeça para você.

2. Invista em móveis que você poderá levar embora


Não invista caro em móveis planejados ou gabinetes que correm o risco de não servir em outro imóvel que você morará futuramente. Pense sempre que tudo o que for comprado deve ser levado embora em uma próxima mudança, a não ser que o proprietário concorde em descontar este seu investimento no valor do aluguel. Mas obviamente isso deve ser conversado com ele antes de você fechar qualquer planejado. O ideal é investir em móveis versáteis e que suportem o monta e desmonta de uma mudança futura.

3. Modulados e prateleiras para a cozinha


Este é o principal motivo para que você estude com carinho a planta de seu apartamento alugado: para ver se a cozinha comporta facilmente um armário modulado. Este modelo dispensa os planejados, mas é necessário pensar bem como instalá-lo para que limpar o ambiente não seja uma dor de cabeça. 
Meu principal problema no #aptocinquentatonsdecinza foi este: a cozinha, interligada à lavanderia, tem uma parede nada a ver na divisão de ambos, deixando o ambiente torto. Como era um mal necessário ter um armário na lavanderia também, tudo ficou muito apertado, com espaços inúteis livres só para acumular sujeira, o que seria funcional somente com a instalação de um planejado.
Para cozinhas que não apresentam este fatídico problema, a combinação modulado + prateleiras é o ideal. No final, você terá espaço para armazenar tudo o que precisa, e ainda poderá deixar algumas coisas expostas, como o que você usa com mais frequência.

4. Use e abuse dos papéis de parede adesivos


Papéis de parede são incríveis e podem dar mil caras diferentes para o cômodo, mas se tratando de alugado, a opção ideal é o papel de parede adesivo. Além de serem super práticos para instalar, você também pode arrancá-los antes de ir embora, caso o dono encrenque com a sua personalização, sem estragar a pintura da parede. Na Colante Decora você encontra um monte de opções bacanas, por um preço bem acessível. 

5. Pinte, sabendo que terá que pintar de novo antes de ir embora


Isso não é uma regra, mas se o dono exigir que você entregue o imóvel como ele deixou, pinte, mas já garantindo a cor antiga ali na manga para ser aplicada antes de devolver as chaves. E lembre-se que quanto mais escura a cor escolhida for, mais camadas de tinta você terá que dar para cobri-la.

6. Quadros escolhidos a dedo


Hoje o que mais existe no Pinterest são ideias diversas de disposições de quadros em uma parede da sala ou do quarto, e este é um tipo de recurso excelente para deixar o seu cantinho bem personalizado, porque serão os quadros que determinarão o seu gosto e estilo. Caso você não queira furar a parede para pendurá-los, use e abuse de prateleiras para apoiar os seus escolhidos, ou compre penduradores da 3M que podem ser colados, e os modelos variam de acordo com o peso que você precisa que seja sustentado.
Minhas lojas preferidas são a Urban Arts e o Rei da Moldura. Eles vendem pela internet e entregam para todo o Brasil. Caso você já tenha a gravura e só precise da moldura, o Rei da Moldura também tem esta opção. Basta contatá-los e pedir um orçamento.

7. Personalize os azulejos


Se o azulejo do banheiro ou da cozinha não te agrada, use os adesivos de azulejo como saída. Eles são ótimos para instalar, tirar depois e há uma infinidade de opções lindas pra você escolher.

8. Nichos e prateleiras


Eles podem ser instalados nos quartos, no banheiro, na lavanderia, na sala... e servem para várias funcionalidades, como armazenar shampoos e utensílios de banheiro, da cozinha, adornos na sala, no quarto, organizar livros, etc.

9. Escondendo o piso feio


Caso o piso não te agrade, uma bela saída é jogar um tapetão bem bonito por cima. Mas se você tiver animais de estimação, talvez a saída mais higiênica seja instalar pisos de madeira flutuante, que podem ser somente encaixados e retirados antes da mudança. Pisos vinílicos também tem sido muito usados nestas ocasiões.

10. Araras nos quartos


Que guarda-roupas planejado o que! As araras são super modernas, e podem servir direitinho como um armazenamento de roupas, além de te dar a possibilidade de trocar facilmente de lugar quando se cansar da cara do cômodo, já que elas também servem como um ótimo ornamento decorativo. Claro que se você for daquelas(es) que possui uma infinidade de peças, será necessário investir em cômodas e sapateiras para manter tudo na mais perfeita ordem, mas se o dormitório for muito pequeno para receber um armário, esta é a opção mais compacta.
O recurso que usei para a ocasião foi este parecido com o da foto: criei um closet, só que utilizei prateleiras, mãos francesas e penduradores iguais de armários para pendurar meus cabides. Ficou o máximo e ainda posso armazenar caixas bonitas em cima com meus cacarecos.

11. Invista em uma iluminação confortável


Você não precisa de sanca e todo aquele projeto luminotécnico para deixar a sua sala ou quarto com uma iluminação bonita e confortável. Invista em pendentes, luminárias, trilhos com spots e outras opções modernas e que combine com a sua decoração. Mas além de tudo isso, é preciso saber que aconchego se dá com luz amarela. A luz branca serve só para o banheiro e malemá para a cozinha (hoje em dia o charme da cozinha também deve-se a luz amarela e potente). 
Há uns anos todo mundo encheu a casa de luz fria para economizar energia, mas hoje temos diversas opções de lâmpadas de led que economizam tanto quanto, e atendem muito melhor a proposta de dar conforto ao cômodo. 

12. Fuja do convencional


Você não investir em um planejado não quer dizer que você precisa ser convencional, muito pelo contrário. Por usar móveis "soltos", você terá uma liberdade infinita para escolher peças estilosas, versáteis e marcantes, desde que elas tenham a metragem adequada para aquele ambiente. E caso a grana esteja apertada para comprar algo diferentão, coloque a mão na massa e personalize aquela mobília sem graça com uma reforminha básica, como uma pintura ou envelopamento. Neste post aqui mostrei uma reforminha que fiz em uma penteadeira que já foi da família inteira, e que hoje ela faz parte do #aptocinquentatonsdecinza.

13. Dê a sua cara a casa


Com almofadas, adornos na medida certa, uma roupa de cama legal para o quarto e cortinas (caso você goste - não é o meu caso). Você está morando em uma casa alugada e não uma sala de espera de consultório.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram