Iatan GM: Reescrevendo a vida


Segundo a Organização Mundial de Saúde, cerca de três mil suicídios acontecem diariamente em todo mundo. Segundo dados, também da OMS, nove em cada dez desses suicídios poderiam ser evitados.
Há algum tempo a agência Leo Burnett Taillor Made adotou uma ideia pouco complexa, mas bem marcante, para uma nova campanha publicitária para o CVV (Centro de Valorização da Vida).
A campanha refez cartas suicidas reais, preservando a identidade real das vítimas, com a intenção de mostrar para os sentem o desejo de terminar com a própria vida que existe uma forma diferente de encará-la. Segundo Adriana Rizzo, voluntária do CVV, o ato de reescrever a própria história é um conceito fundamental no trabalho desenvolvido pela entidade.
Pelo menos 25 brasileiros morrem vítimas de suicídio diariamente. Um estudo da Unicamp concluiu que cerca de 17% dos adultos já pensaram seriamente em se matar. O suicídio é uma das maiores causas de morte no nosso país, ele é a terceira causa de morte entre homens jovens, perdendo apenas para assassinatos e acidentes. Entre as mulheres brasileiras, é a quinta principal causa.
Confiram algumas imagens da campanha abaixo:



 O CVV é reconhecido como serviço de utilidade pública pelo Ministério da Saúde, atua há 52 anos, e desde sua fundação seu serviço é gratuito e realizado por voluntários, que são pessoas maiores de 18 anos dispostas a conversar com outras pessoas em seus momentos de vulnerabilidade emocional. A entidade oferece apoio emocional para a pessoas que se encontram na necessidade de conversar de forma aberta e acolhedora, sem receber críticas, julgamentos ou cobranças. A CVV pode ser contatada por telefone (141), Skype, chat, e-mail, carta ou mesmo pessoalmente.
Para mais informações acesse o site no site www.cvv.org.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram