Soraia: E quem disse que dona de casa não trabalha?

14:21:00


Na semana passada, não pude reclamar tanto. Pela primeira vez em um mês uma diarista foi dar uma bela faxinada para mim. Ela sem dúvida quebrou um galhão, mas quem está no dia a dia de uma casa, sabe que não é só a limpeza. Há roupa para lavar, passar e comida para fazer. Não há empregada doméstica que consiga fazer tudo. E lá fomos eu e o maridão para os afazeres domésticos. 
Semana passada, meu marido acabou chegando mais cedo do serviço que eu praticamente todos os dias. Por conta disso, não tive que cozinhar de segunda a quinta-feira. Cada um se virou como pôde. Baseamos nossa alimentação em sanduíches e miojo, o que confesso que não foi muito saudável. Percebendo o que fizemos, o maridão deu uma sugestão que eu achei bem bacana: investirmos mais em compras com frutas, verduras e legumes, dando um enfoque maior às frutas. São alimentos saudáveis e de fácil digestão. Assim, pelo menos enganamos um pouco o estômago antes de dormir. 
Na sexta, resolvi sair um pouco da base segura (entenda-se sobre isso sair dos livros de receita), e fiz macarrão com molho de tomate. Raspei tudo que tinha na geladeira, bati os tomates no liquidificador e fiz um molho caseiro de tomate. O resultado não deu muito certo, e acabei tendo que misturar ao molho um extrato. Ainda assim, ficou saboroso e nos divertimos regados a macarrão e vinho. No sábado, trabalhei o dia inteiro (das 8 às 17hs) e só cheguei em casa depois das 18hs. Estava com muita vontade de fazer um jantar especial para o meu marido e fui atrás de um prato fácil e saudável. Empolgada, ainda aproveitei para comprar ingredientes para fazer uma sobremesa. O prato escolhido foi salmão com legumes no forno acompanhado de arroz branco e molho tártaro. Para a sobremesa, o bolo preferido dele: bolo de cenoura. 
Abaixo, a receita que eu adaptei para a ocasião. 

imagem obviamente ilustrativa

Salmão com legumes: 
1,5 kg de salmão 
7 batatas do tipo aperitivo 
1 saquinho de cenouras baby 
6 dentes de alho 
1 cebola média 
10 tomates cereja 
Limão 
Azeite 
Sal 
Molho de soja (shoyo) 

Modo de preparo: 
Em uma vasilha, coloque o salmão e esprema o limão de modo a envolver toda a peça. A quantidade de limão utilizado vai de acordo com o seu gosto. Uma dica que eu dou aqui é fazer pequenas talhas no peixe, para que o limão penetre na carne. Reserve a peça por pelo menos uma hora nesse molho. 
Enquanto o peixe "descansa", descasque as batatas e as coloque, juntamente com as cenouras, em uma panela de pressão. Cozinhe-os somente até o momento em que a panela começa a dar os primeiros sinais de que adquiriu pressão. Em uma panela a parte, coloque a cebola e o alho, já em fatias finas, na panela com azeite. Deixe no fogo até a cebola ficar transparente e reserve. 
Depois, pegue uma travessa e a forre com papel alumínio, certificando-se de deixar de fora uma grande quantidade de alumínio. Essa quantidade excedente será usada para cobrir o peixe, de modo a criar uma espécie de envelope e ajudando no preparo do prato. Coloque na travessa o peixe e cubra-o com quatro colheres de sopa de molho de soja. Depois, adicione o azeite e o sal a gosto. No mesmo recipiente, ponha a batata, cenoura, tomate, cebola e alho. Leve ao forno em fogo médio (180°C), por pelo menos 40 minutos. 
Ficou bem saboroso e saudável. 

Molho tártaro 
A receita que mais gosto de molho tártaro é bem simples: 
1 caixa de creme de leite 
1/2 pote de picles (pepino, cenoura, nabo) 
Limão 
Sal 

Corte os ingredientes do picles em pequenos quadrados e coloque em um recipiente pequeno. Depois, acrescente o creme de leite e misture bem. Coloque sal e limão a gosto. Fica mais suave que a sua versão feita em maionese. 
O bolo de cenoura foi de caixinha mesmo. Não conseguia pensar em mais nada. Só resolvi mesmo caprichar na cobertura. Peguei uma lata de creme de leite, acrescentei 2/3 de um tablete de chocolate ao leite, 1/2 tablete de chocolate meio amargo e coloquei tudo em uma panela. Misturei bem, em fogo baixo, por quase dez minutos. Depois, despejei por cima do bolo já frio. Ficou uma delícia. 
Entre um prato e outro, fui colocando as roupas para lavar. Cheguei a conclusão que terei mesmo que lavar nossas roupas pelo menos uma vez por semana. O varal não dá conta de tudo de uma vez. 

Domingo foi dia de descanso e sopinha pra esquentar

O domingo foi dia de descanso e improvisação na cozinha. Lembra aquele meu primeiro feijão? Então, como rendeu muito, acabei congelando todo o resto. E esse resto me deu uma ótima ideia: que tal uma sopa de feijão para finalizar o fim de semana? Descongelei tudo em banho maria, retirei as calabresas e bati tudo no liquidificador. Depois, coloquei na panela o caldo, as calabresas e acrescentei um copo de água e salsinha/cebolinha. Quando a sopa já estava quase fervendo, acrescentei um punhado de macarrão parafuso. O resultado ficou melhor do que eu esperava e serviu para esquentar a noite fria de domingo. 
Até a próxima.

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe