Soraia: Bom princípio

08:00:00


Para quem é assalariado no Brasil, fim de ano também é sinônimo de 13° salário. O que seria algo muito bom (dinheiro a mais na conta), acaba, na verdade, se tornando um problema. Isso acontece porque somos muito imediatistas, gastamos o dinheiro em vez de poupar um pouco e acabamos passando por maus bocados logo no início do próximo ano.
Gente, não vamos nos esquecer que os primeiros meses do ano são repletos de contas a pagar, não somente aquelas que fizemos entre os períodos de festas, como também impostos (IPTU, IPVA, seguro obrigatório etc.) e gastos com material escolar. Ter controle é muito difícil. Este foi o primeiro ano que me policiei e coloquei em uma poupança parte do meu 13° salário. Portanto, não sou a melhor pessoa para falar disso. No entanto, estou tentando, e é isso que sugiro para vocês: tentem poupar.


Uma das coisas que me ajudou a conseguir tamanha proeza foi ter separado parte do meu salário durante todo o ano em um cofrinho. Sim, um cofrinho. Todo mês depositei uma quantia, que nunca podia ser menos de R$ 50 e mais que R$ 100. Resultado? Consegui pagar à vista a maior parte das lembrancinhas de Natal e ainda tive dinheiro para me divertir nas férias. Se você não recebe um salário fixo, a dica é separar pelo menos 10% do seu salário todo mês e tentar esquecer que este dinheiro existe. Assim, ficará menos apertado no fim de ano e ainda conseguirá se divertir um pouco mais. Até a próxima!

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe