# Fofoca PhD: Mais Médicos!

08:00:00


Notícia: "“Médicos cubanos” provocam fígado e alma do Brasil." 

Fofoca: Mais Médicos, Menos Respeito e Mesma Infra-Estrutura. O que dizer?


Fofoqueira Tuka: 

Me vejo em um país tão zoneado, que acho difícil até conseguir descrever minha opinião sem me prolongar tanto. Sobre a parte de que eu acho que jogar uma bomba e começar do 0 no Brasil seria o mais correto a se fazer, a gente pode pular, afinal de contas, isso que prolongaria mais esta minha opinião. Indo mais na parte 'rasa' da questão, a vinda dos médicos cubanos, penso que independentemente da atitude de nossa presidente (presidenta só na cabeça dela mesmo), ninguém merece tamanha hostilidade, tendo em vista que os que vieram, possivelmente viram nisso uma oportunidade boa para suas carreiras. Se é pra fazer barulho, que faça no ouvido das devidas pessoas, não de quem busca por algo melhor. Na quarta feira, vi no jornal que agora os médicos entregaram flores brancas para os cubanos, depois das criticas recebidas. Uma forma de retratação, talvez? Enfim, se há uma revolta contra a atitude do governo, que essa revolta seja retratada por um protesto voltado para quem realmente se responsabiliza pelas escolhas feitas e atitudes tomadas, não é mesmo? "



Fofoqueira Sarry: 

Começar o Brasil do 0 como disse a Tuka é uma boa, mas como não dá, deixa pra lá. Na minha opinião os mesmos que se deram ao trabalho de hostilizar os médicos cubanos, são os mesmos que destratam pacientes do SUS, que não cumprem todo o plantão, deixam crianças e idosos horas e horas em uma fila esperando um atendimento, e quando atendem tem a coragem de olhar pra pessoa e dizer: "toma um soro que é virose". Não está feliz com suas condições de trabalho? Vá reclamar e ofender a quem lhe proporciona isso ao invés de provocar um mau estar em pessoas que deixaram seus país de origem e sua família para ajudar pessoas que por ironia do destino possam ser da família de quem promoveu todo esse estardalhaço. Seria bom essa minoria se lembrar do juramento que fez na formatura a cada paciente que atende, a cada dia que sai de sua casa para trabalhar. "


Fofoqueiro Iatan: 

A saúde desde sempre deveria ter sido prioridade no nosso país. Infelizmente é algo que sabemos não acontece. Trazer médico pro nosso país acabou sendo a solução mais rápida e eficaz. Não digo que é o que eu queria, pois como brasileiro, amaria de verdade ver pessoas da nossa nação servindo, fazendo esse trabalho nobre. Mas há uma série de motivos, uma vez que chega a ser desrespeitosa essa situação onde vemos que médicos formados aqui rejeitam certas regiões do país por conta da ruralidade. Acho que se nosso país precisa de quem cuide da saúde, se foi necessário buscar esses cuidados lá fora, nós devemos fazer bom proveito. Pois antes um médico que não fale tua língua e te cure do que um que entende o que tu fala mas não sabe o que tu tá sentido. "


Fofoqueira Gita: 

Nesta fofoca, vou ceder a minha opinião para concordar em 100% com a opinião de um amigo (Roniel Felipe) que virou debate no facebook.

Bem, vou entrar na onda e vou falar sobre os médicos cubanos. Não tenho uma opinião concisa sobre o assunto, mas também creio que sou livre do maniqueísmo que infesta as manifestações de tanta gente bacana que têm falado sobre o assunto. A galera da esquerda acredita que os médicos são a solução (ou parte dela) para os problemas de saúde de locais onde, supostamente, ninguém deseja trabalhar. Por sua vez, a galera da direita (também conhecida como coxinhas), diz que se trata de marketing político, que os médicos são escravos. Os mais trabalhados na fritura dizem que dentre os médicos existem membros do MST que foram estudar medicina na terra do tio Fidel. Vejamos a situação em partes. 
 1- Os médicos cubanos são a parte mais fraca dessa corda. Se o Brasil exporta jogadores de futebol, cubanos exportam médicos. Simples assim. Muitos brasileiros vão para Cuba se especializarem. Os médicos cubanos são bons...certo? 
 2-Porém, as pessoas se esquecem que hostilizá-los é uma atitude das mais estúpidas. Gostaria de acreditar que os médicos cubanos fossem a solução, mas falta infraestrutura básica de saúde para o trabalho. As pessoas se esquecem que previnir é melhor que remediar. Vivemos em um País onde gente morre de diarréia e desidratação. Por que não hostilizar aqueles que, independentemente de lado ou visão política, não ajudam para que o básico chegue até essas áreas? Qual é a culpa do médico cubano em todo esse emaranhado? 
 3-É óbvio que a ilha vai ganhar boas Dilma$ com a exportação dos médicos. Se trata de uma espécie de convênio. Numa comparação esdrúxula, me parece que Cuba é o time de futebol que vende seus jogadores. Por tê-los formado, ganham algo em troca. Não adianta ficarmos de mimimi, as coisas funcionam dessa forma. Não sei dizer até que ponto esse convênio é bom ou mal para o Brasil. Se vai funcionar, também não sei. Mas reitero que sem condições de trabalho, a coisa não anda. Vale lembrar que o PSDB já fez esse tipo de negociação. 
 4-Tem gente surpresa e enojada com algumas declarações (como a da cidadã que disse que os médicos cubanos parecem serviçais). Poxa, quem tá assustado com o fato parece que não vive no Brasil. Racismo existe da mesma forma que existe o velho mito da democracia racial . Se os médicos fossem personagens da série "Plantão Médico", duvido que essa "gente" estaria defecando pela boca. O estereótipo de médico no Brasil é o sujeito branco, de dentes brancos e jaleco branco. Um negro médico incomoda muita gente. Um monte deles incomoda muito mais. 
 5-Porém, um médico cubano sem condições de trabalho não pode salvar o mundo. Ainda não descobrimos como fazer omeletes sem ovos, mas enquanto isso, o maniqueísmo e o racismo comem soltos (e tem gente morrendo desidratada pelo Brasilsão). Creio que o jeito é esperar. Tenho alguns amigos médicos que estão bem chateados com tudo que vem. Não acredito que eles sejam do tipo de gente que hostiliza aqueles que vieram pra ajudar, mas pela visão e conhecimento, dizem que a coisa não vai andar. Vou procurar conversar melhor com outros profissionais ou com gente que já teve experiências em missões. Dessa forma, fica mais fácil falar sobre o assunto sem ficar puxando a sardinha do PT ou do PSDB, enquanto um monte de gente ainda carece de cuidados.  

... E para acompanhar o debate, Clique Aqui!

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe