Tatte: Entrevista - Gita Habiba

Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre a nossa querida Gita Habiba, e devo confessar que esse é o nick de PhDete que acho o mais animado e engraçado. Essa menina mulher é mãe, estudante e ainda arranja tempo para ser blogueira. Estuda Engenharia Civil na Universidade Padre Anchieta, em Jundiaí, trabalha com Projetos e Maquetes 3D, é blogueira aqui no PhD e ainda tem tempo de cuidar das suas maiores riquezas, que são seu filhotes.

Já que eu disse que gosto muito do seu nick, nada mais justo do que minha primeira pergunta ser. Por que Gita Habiba?
Gita Habiba é um apelido que fluiu - Gita é em homenagem à uma música do Raul Seixas, e propriamente à ele, por ser meu primo. Já o Habiba significa "querida" pois é assim que algumas pessoas no âmbito profissional me reconhecem e também pelo gosto da maquiagem delineada nos olhos, que virou marca registrada. E assim, virou pseudônimo para publicar meus textos e depois, caiu no gosto dos amigos, e virou praticamente nome de batismo.

O que faz além do blog?
Trabalho como projetista e Maqueteira na área de Engenharia Civil e Arquitetura. A paixão ainda é escrever, então tenho uma escrivaninha no Recanto das Letras que é literalmente o backup de tudo que penso e escrevo, tem de tudo um pouco e de várias fases e épocas do que vivi por aí. Agora tem um novo blog, o qual faço parte da equipe... Moça de Bigode - A ideia é ler confissões e falar sobre comportamento sexual, esquecer um pouco da sua pessoa moralista e falar sobre você na intimidade.

Como você faz para conciliar o blog e sua vida pessoal?
Gerenciamento de tempo. Sobrou tempo, conto os minutos para aproveitá-los de acordo com a prioridade. Se a necessidade é mais pessoal, aproveito o maior tempo para ele. Se a insônia não me deixa dormir, aproveito a sobra de energia para os blogs... Não tenho planejamento, mas é possível gerenciar seu tempo, é só contá-lo e ver o que cabe dentro dele!

O que mais gosta e odeia na blogosfera?
O que mais gosto é a comunicação. Você pode não estar perto das pessoas, mas pode estar presente. Sou do tempo da amarelinha e a sensação que tinha de estar próxima dos meus amigos, (ainda a tenho) por conta do mundo virtual que cultivo. Odeio o mundo virtual que as pessoas criam para falar e mostrar o que não são. Odeio a hipocrisia neste meio, porque é muito fácil manipular informação a respeito de tudo na internet, basta espaço e não poder para isso.


Qual a sua maior realização como blogueira?
A maior realização foi quando um texto que escrevi foi abertura do Projeto Acesse Piauí, que realizou uma mobilização e caminhada com o intuito de enfatizar o valor da fraternidade em troca de amenizar os índices de violência nas cidades do Estado do Piauí. Então imagina quando você vê parte de seus pensamentos sendo propagado, como pauta de uma ideia, para o projeto pelo qual 60 mil pessoas fazem questão de participar e incentivar o ato de cultivar amor pelo próximo. A maior realização, sem dúvidas, foi ler todos os comentários e ver que crianças, idosos, a sociedade em geral de fato lê e assimila o que você também acredita, para compartilhar em atitudes aquilo que você pôs em palavras. Creio que todo escritor quer exatamente isso, propagar suas ideias e pensamentos em forma de atitudes. Enfim, ver o "Gita Habiba" lá nos créditos por parte do texto "A Etimologia da esperança" na abertura, como mensagem de um projeto tão solidário, me fez sentir mais realizada.


 O que mais gosta de fazer nos tempos livres?
Gosto de dançar e escrever. Não digo ler porque isso é uma obrigação de quase todos os dias...

 Quais são seus planos para o futuro?
Educar melhor meus filhos, fazê-los assimilar que o mundo lá fora precisa de pessoas mais emocionalmente preparadas além da necessidade material. Serei Engenheira Civil à contra gosto de quem duvida, pretendo voltar à dança do ventre e salsa, e participar efetivamente de algum projeto voluntário com crianças e adultos.
O que tira você do sério?
Com certeza a hipocrisia. O desrespeito enrustido em atos covardes. Falta de personalidade é desculpa de quem veio a esse mundo a passeio. Ah! o machismo no imperativo também me faz descer das tamancas...


 Qual o seu sonho de consumo?
Sonho de consumo é ter Paz, gente... E também construir a casa que tanto faço questão de planejar, desenhar e decorar inúmeras vezes para ser o recanto especial da família.

 Viagem dos sonhos?
Ir a qualquer lugar da Europa e ver antiguidade. Amo o passado da civilização e também saber mais sobre os hábitos das pessoas através da sua cultura... Não quero por exemplo ir à França e jogar uma moeda naquela fonte famosa, para pedir um grande amor. Espero estar com ele em qualquer lugar, mesmo pilotando um fogão ou um fusca.

Filme preferido?
O Hotel de um milhão de Dólares. Por causa do caos. É um lembrete pra mim e quem mais vestir a carapuça, de que não somos só amor, somos caóticos também. E depois que li que o Bono Vox do U2 foi quem escreveu, amei mais ainda. 

O que você carrega na bolsa?
Necessaire com delineador, kajal, blush e algodão. Sempre alguma revista, cadernos e uma lapiseira para escrever ou desenhar.

Qual o seu preferido de cada ítem citado abaixo?
Delineador! Meu olhar é minha marca registrada (risos)...

Tem mais algum produtinho que nao vive sem?
Não vivo sem óleo de amêndoas, excelente hidratante para a pele.

 Perfume Preferido?
No momento o Lilly Essence - O Boticário. Mas sempre o Fahrenheit.
 Cite uma peça que não pode faltar no seu guarda roupa e outra que você jamais usaria.
Que não pode faltar é um macacão. E que jamais usaria é calça de moletom!

Qual conselho você daria para quem está começando um blog e quer ser bem sucedida um dia?
Para quem quer começar, muita persistência na busca para escrever sobre suas convicções e pensamentos, para isso, o legal e essencial é ter gosto do se quer falar por aí e fazer da leitura e a curiosidade, suas aliadas na hora de valorizar seu artigo. O sucesso dependerá da veracidade, que as pessoas conseguirão assimilar e lhe retribuir com respeito. Assim terão a real ideia de quem é você em palavras.

Deixe uma mensagem para as suas leitoras:
Tenha em mente que cada pessoa é um mundo diferente do seu, mas que necessita do mesmo amor e respeito. Como mãe, digo para não desistir dos seus filhos nunca, por mais que você não reconheça em quem ele se transformou um dia. Como amiga, digo para ser responsável por tudo aquilo que cativas, como profissional e blogueira, digo para ter a dedicação como lema de vida. Como esposa digo para usar da loucura santa como fonte de felicidade... como ser humano digo para simplesmente amar incondicionalmente. Como mulher repito para dizer "vão a merda" de vez em quando e se for conveniente aos homens ouvir. Essa pequena frase  por mais pejorativa que seja, nunca deixa de afirmar que ser mulher hoje em dia é ter culhão também.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram