André Bueno: TPM e criatividade - um prato cheio!

22:31:00



Nessa onda de colaboradores que enche nosso PHD de textos pra lá de maravilhosos, eis que surge o primeiro HOMEM em meio a essa mulherada sedenta por compartilhar suas histórias. André Bueno é dono do Mostre sua ideia e pode segui-lo também no twitter, clicando aqui.

-

No auge do meu conhecimento sobre o universo feminino – reza a lenda -, consegui notar que falar do assunto “mulher” sempre vai ser complicado demais. Quanto mais acho estar entendo-as, mais vejo que preciso aprender. Hoje eu não tenho dúvidas alguma de que a mulher é o “bicho” mais complexo do planeta Terra e que Deus, quando as fez, com certeza se esqueceu de colocar o “Manual de Instrução” no pacote. Ele nem imagina o preço a ser pago por essa “desatenção”: TPM!

Infelizmente, todas as vezes que discutimos o “excesso de hormônios feminino que antecede a menstruação”, vulgo tensão pré-menstrual, citamos apenas os pontos negativos da situação e nunca os positivos. Mas existem pontos positivos? Claro que sim, o importante é não fugir do foco. E o foco da vez não são as mulheres. Desculpem-me pelo termo usado, mas eu as estou “usando” para falar sobre a importância da TPM para a comunicação e, principalmente, para o desenvolvimento da criatividade.

Certa vez ouvi uma coisa que me intrigou a cabeça: “O homem comprometido tem apenas uma semana para curtir a sua digníssima namorada/esposa, pois uma semana é da TPM, outra é da TDM e a terceira é da T-PósM”. Esse comentário bagunçou a minha cabeça de certa forma, que me fez pesquisar no “fundo do baú” para depois relacionar de forma positiva com a minha “cabeça oca” de redator publicitário.

Para se produzir de maneira única e atrativa, é necessário que sejamos interessantes. Para isso, é importante estarmos rodeados de pessoas assim, ou termos uma visão de mundo individual. E chegamos ao ponto em que eu queria. Só adquirimos uma visão de mundo diferenciada de duas maneiras: ter uma bagagem cultural vasta – viagens, cursos, estudos -, ou namorando uma mulher que tem uma forte mudança de humor nessa época, que é o meu caso.

Nessas três semanas de “T’s” – perdoem-me o uso de aliteração -, a gama de sentimentos, sensações e estímulos (amor, ódio, carência, choradeira, saudade, sono, fome, baixa auto-estima, etc.) é tamanha que nós, publicitários de plantão e namorados nas horas vagas, vamos do céu ao inferno em dois tempos. O que pode ser perigoso é o que fomenta a nossa criatividade.



E concordemos: Mulher na TPM é perigoso. Mas do que podemos reclamar? Quer uma viagem com mais conteúdo do que as que sua digníssima têm lhe proporcionado, meu caro amigo comunicólogo? Quer ter constantes "frenesis criativos" não só em casa como no trabalho? Basta arranjar uma mais temperamental. Pode funcionar, hein!

You Might Also Like

5 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe