cap.16 - E-mail 034

21:31:00


Antes de descer minhas malas para o carro, rumo ao interior, tive uma vontade instantânea de abrir o meu e-mail.
Eu e o rapaz do sorriso bonito nos comunicávamos todos os dias por esse meio. E a cada dia era um número a mais no assunto.
Não imaginei receber algo dele depois de tudo aquilo:

" Não foi por mal que acabei por te fazer sofrer. Não foi por mal que quis evitar o que meu coração não queria que eu sentisse e fiz você sentir. Também não foi por mal que tentei ser feliz mais uma vez e fracassei; por te fazer infeliz.
Precisei encher a cara pra te expulsar da minha vida, pois eu sabia que não era o certo a fazer. Mas o que posso fazer se és mais forte que eu? Tão mais equilibrada, sensata, apaixonante e indestrutível?
Existem muitas coisas inexplicáveis as quais me impedem de tentar me fortalecer. Prefiro acreditar na minha fraqueza do que tentar mudar tal condição. Posso ser covarde, mas preciso acreditar mais em mim. Nem sei o que devo fazer, mas a única coisa que tinha certeza, era de ter de fazer você me esquecer.Eu não sou o homem que você merece. Eu não sou o que você precisa. Eu não tenho o que você merece receber. Eu não sou quem você pensa que sou. E eu me envergonho de tudo isso - por ter permitido e ver você aceitando sem eu fazer nada.Me desculpe por todo transtorno que te causei. E nem por ter dado tempo para as coisas se acertarem. Mas a melhor forma de não te magoar, é não deixar que as coisas se acertem."

A lágrima quase caiu. Foi evitada pelo celular que tocou, me fazendo voltar pra Terra. Era Gita, me avisando que estava pronta para a viagem...
..continua...




You Might Also Like

2 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe