Filmes da quarentena pt 1: 5 títulos incríveis para colocar na sua lista


Se tem uma coisa que eu amo é o cinema. E como perdemos nossas salas por tempo indeterminado para esta pandemia, a solução foi criar um cinema em casa mesmo, com direito a pipoca e cobertinha (achei esse último item bastante vantajoso). Quero compartilhar com vocês cinco títulos que assisti (e reassisti) nestes últimos meses, que valeram cada minutinho do meu tempo.

O Zoológico de Varsóvia

Baseado em fatos reais, O Zoológico de Varsóvia conta a história do casal Antonina e Jan, que escondiam prisioneiros judeus durante a Segunda Guerra Mundial no porão do zoo. Sou suspeita para falar de filmes que Jessica Chastain está envolvida, mas este é um filme necessário: fala sobre empatia, compaixão e amor em um cenário caótico de guerra de destruição.


Terra de Minas

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, mais de 20 mil soldados alemães, grande parte deles crianças, foram escoltados para desarmar milhões de minas na costa da Dinamarca. Terra de Minas é uma pequena/grandiosa ilustração desta missão.
Fica aqui minha sugestão para que ficou órfão de Dark, já que Louis Hofmann, o Jonas, é um dos protagonistas.


Trilogia: Antes do Amanhecer / Antes do Pôr do Sol / Antes da Meia Noite


“Acho que precisa estar um pouco iludido para ficar motivado”

Já tinha assistido esta trilogia antes, mas não tinha engatado as 3 histórias uma atrás da outra como agora. Acho também que mesmo se tivesse feito isso anos atrás, não teria tido a mesma perspectiva que tive agora, com quase 37 anos. Interessante que, assim como os personagens, todos corremos o risco de mudar ao longo dos anos - com a maturidade, uns ganham a doçura que não tinham, outros passam a sentir a amargura que jamais tivera antes, e o que pode definir isso é a forma como escreveremos o roteiro da nossa própria vida. Muitas vezes nos ocupamos demais com os problemas e esquecemos de enxergar as coisas legais que vem e que vão o tempo todo. Muitas dessas coisas são tão simples, mas tão importantes! E quem se esforça para enxergar tudo isso o tempo todo muitas vezes é julgado ‘por ser romântico demais’. Óbvio que temos que ter um equilíbrio, não dá pra sair romantizando tudo, mas será que tudo precisa ser tão penoso o tempo todo?



Ford x Ferrari

Olha... tá difícil de encontrar algum filme com o Christian Bale que seja ruim, e Ford x Ferrari não é uma exceção. Baseado em fatos reais, a trama gira em torno dos dois grandes responsáveis por incluir a Ford em uma competição mundial popular, e a narrativa dessa história tem aquela pegada emocionante que os americanos adoram incluir em seus filmes para dar uma fisgada no coração. 


Roda Gigante

Apesar do Woody Allen não valer uma paçoca vencida, o fdp sabe fazer uma história simples virar uma trama envolvente. Ainda mais quando se passa nos anos 1950, época que, quando retratada no cinema, é 100% de garantia que a fotografia do filme será linda. Com Kate Winslet, Justin Timberlake, Juno Temple e Jim Belushi.


Suburbicon

Dirigido por George Clooney, Suburbicon se passa no final dos anos 1950 em um bairro tratado como a terra das oportunidades. Mas obviamente que tudo isso não passa de uma tremenda hipocrisia.
Matt Damon, Julianne Moore e Noah Jupe protagonizam o filme, com uma ponta de Oscar Isaac. O roteiro é dos irmãos Coen, com um tom meio de suspense, meio humor ácido.
Disponível no Prime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram