Como ser uma madrinha de casamento sem decretar falência

08:00:00


De 2013 pra cá muitos amigos se casaram e tive a honra de ser madrinha de algumas dessas uniões. Com essa responsabilidade vem também aquela série de gastos que as vezes pode pesar no bolso, principalmente da mulherada, que se vê na obrigação de sempre arranjar um vestido novo para não ficar eternizada no álbum de casamento das pessoas como a dama do vestido _____ [coloque aqui a cor do vestido que você sempre usa] - aquele que já anda sozinho de tantos casamentos que você já foi com ele.
Aí vem a procura pelo vestido perfeito. As vezes a noiva escolhe a cor, ou você não pode repetir a cor das outras madrinhas... e suas opções começam a afunilar. E nada está bom. E nada combina com você. E nenhum tem o caimento que te agrada. E aí vem a vontade de chorar.
Já aconteceu comigo de eu ter que comprar ou alugar um vestido que o dinheiro deu. E nem era a minha cara. E pensando nisso que eu decidi mudar esse papo e vi que sim, é possível comprar vestidos lindos e que tenha a minha cara sem gastar muito.
O primeiro passo é você saber exatamente qual será o ambiente do casamento. Será algo mais glamouroso? Sofisticado? Simples? É de dia ou de noite? A noiva escolheu algo como a cor ou modelo (longo ou longuete)? Tendo essas respostas, você já consegue começar a procurar as suas inspirações de acordo com o seu gosto e estilo, e averiguar as tendências atuais para você poder ousar sem perder a mão da coisa toda.

casamento vespertino de frente para o rio - Forever 21 - R$105,90 

O segundo passo é você ter paciência para garimpar. Garimpar ideias na internet e lojas também. Paciência para experimentar todas as possibilidades que encontrar, e assim ver com qual você se sentiu mais madrinha. E sabe onde você pode encontrar as melhores possibilidades? Nos fastshops da vida, meu amor! E se você não ligar pra usar roupa usada (como eu), brechós também são excelentes saídas. 
casamento noturno na igreja e salão de festas - Forever 21 R$105,90

O terceiro passo é entender que o que vai valorizar o seu look é um todo, e não só o vestido: a maquiagem certa, combinada aos acessórios ideais podem transformar aquele vestido sem graça ou sem nexo para a ocasião no figurino mais baphônico que sua cabeça já pôde imaginar. Como eu não gosto de abusar de tudo e ficar me sentindo uma árvore de Natal, curto pegar leve porque pra mim menos é mais sempre. 
E vale também usar a criatividade no nível hard e combinar aquela saia longa com uma bela blusa sofisticada. um brinco diferente e/ou colar com um vestido mais simples, uma bolsa cheia de pedrarias com o look monocolor... temos uma infinidade de possibilidades para usar e abusar (nessas horas tenho dó dos homens, que usam sempre aquela mesma coisa e nada muda a não ser as cores do terno, rs).
Se a ocasião permite um longuete - Forever 21 R$105,90

Todas as opções (da mesma cor, diga-se de passagem, rs) que publiquei são da Forever 21 e juro que isso não é um publi (infelizmente, gostaria que fosse), mas é porque todas as minhas salvações foram encontradas nesta loja mesmo. E o engraçado é que lá praticamente todos os vestidos têm o mesmo preço. Mas não só na Forever 21 como em outras fastshops é possível encontrar algumas opções, até mesmo porque várias delas assinam parcerias com estilistas renomadas que fazem peças lindas por preços mais justos. 
E no quesito maquiagem e penteado, sempre segui o mesmo estilo do menos é mais. Na foto acima, escolhi um headband pra incrementar o coque bagunçado, um iluminado para destacar o olhar, combinado ao delineado e o batom Diva, da MAC.

Para o casamento de dia fiz a prática: pele feita, um leve corado nas bochechas, delineado, batom Diva (de novo, meu preferido) e só.


Para a ocasião a noite, a Mischa trabalhou levemente com contorno e bronzing, dourado nas pálpebras e côncavo marrom, delineado e batom de tom terroso. Lembra dos pequenos detalhes que mencionei acima, como um bom acessório? Aqui eu investi nesse brinco baphônico, como mostra a foto da esquerda. Um bracelete, uns aneizinhos e só!
No final das contas, eu fiquei como queria: com o meu estilo, confortável e sem me sentir um bolo de festa. E se você é como eu, que não gosta dos vestidos mais do mesmo, vale a pena sair da zona de conforto e desbravar as possibilidades, viu? O que não vale é passar nervoso, nem aperto e nem se sentir feia, certo?!

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe