Iatan G:Atemporal

A cada dia que passa percebemos que as coisas que a gente faz nos afetam de maneira atemporal. Muitas vezes uma atitude que tu tomou cinco minutos atrás te afeta tanto quanto uma que tu tomou cinco meses atrás.
Fomos jogados nesse mundo sem nenhuma exatidão. Não sabemos quanto tempo vamos durar, não sabemos o que exatamente vai ser feito, nem o que vamos fazer por aqui.
Ter pessoas em nossa vida é quase uma obrigação. Ninguém vive só, e percebemos isso quando enxergamos o quão insuportáveis somos para nós mesmos.
Um dos nossos maiores problemas é que temos dificuldades em saber quem vale a pena, e uma facilidade incorretamente justificada pra chamar de amigo quem apenas está perto com frequência. Ou quem demonstra preocupação. Mas a proximidade é inconstante, e a preocupação é comportamental.
Estamos empacados no hábito de valorizarmos quem não merece reconhecimento algum. Muitas vezes desdenhamos pessoas que, apesar de tudo, nos alegram. De vez em quando demora um pouco pra gente perceber quem de fato nos faz bem, para percebermos que o bem estar em qualquer relação interpessoal só existe quando há aceitação mútua, não quando precisamos nos torturar para ter a atenção de alguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram