Minha experiência com o Pill Food

08:00:00

Desde o ano passado, quando morava em Manaus, meu cabelo começou a cair consideravelmente. Sério... o chão da minha casa parecia um carpete capilar e isso me preocupava muito. Quando isso acontece, ao invés da gente procurar por uma ajuda médica, ficamos pensando primeiro no que pode ser, né? Ansiedade, tintura, muito calor, estresse, hormônios... até macumba a gente especula que seja. Mas resolvi tomar vergonha na cara e marcar uma consulta com a dermatologista pra saber de uma vez por todas porque eu estava perdendo tanto cabelo.
Confesso que já cheguei perguntando se eu podia tomar Pantogar, uma remédio tri caro que vi um monte de gente na internet comentando que era muito bom, e se eu ia precisar parar de tingir o cabelo. Antes que eu terminasse minha frase, já tomei uma chuletada da médica (e com razão): não é bem assim. Primeiro veremos porque seu cabelo está caindo tanto, fazendo os devidos exames.
Fiz quatro tipos diferentes de exames de sangue e foi constatado que eu tinha um índice um pouco abaixo do normal de ferro (ufa! O ruivo permanece!), e que além de remédio pra reposição capilar, eu também teria que tomar uma vitamina para fazer a queda cessar. 
Pois bem... o Pantogar não foi receitado, porém, contudo, todavia, a médica me receitou um outro remédio um pouco mais em conta, e até agradeci porque junto com ele, teria que comprar mais dois: O Pill Food (120 cápsulas para 60 dias), o Neutrofer (60 cápsulas para 60 dias) e uma loção com componentes específicos para aplicar no couro cabeludo. O Neutrofer consegui na farmácia comum por R$18 cada frasco (tive que comprar dois para o tratamento inteiro) e o Pill Food e a loção foram manipulados, e ambos custaram R$130 (juntos). Quase 200 reais em remédios pra não ficar careca.
Dois meses se passaram e meu retorno na dermatologista é hoje! Senti uma grande diferença neste período de tratamento, principalmente na franja, porém meu cabelo continua a cair. É devastador terminar um banho e ver aquela peruca no ralo do banheiro! Ou meu problema não é somente baixo índice de ferro, ou realmente alguém me jogou mandinga das fortes! 

Mas independente de ser ferro ou macumba, a dica é: nunca se automedique. Vejo um monte de gente na internet pedindo dicas de como fazer o cabelo crescer ou parar de cair, quando na verdade, você precisa saber de fato o que está acontecendo com o seu organismo para tratar de acordo com o seu caso. Tomar complexos vitamínicos pode até piorar, pois o excesso de vitamina que você já tem pode também acarretar em algum pepino. As vezes o seu problema é diferente do problema da sua amiga que te indicou determinado produto e dará resultado nela e uma frustração em você.
Produtos que prometem milagres e que são vendidos em perfumarias também podem não solucionar a queda e nem o desejado crescimento dos fios, já que ele age somente ali na parte externa, e não no organismo de fato. Máscaras fortalecedoras, shampoos 'bomba', entre outros, colaboram muito para hidratar o cabelo, dar aquela revigorada na cor e fortalecimento, mas não mais que um tratamento externo - ele não 'penetra' na raiz do problema.
Você sofre do mesmo mal que eu? Dada a dica, procure um dermato de sua confiança! Melhor tratar certo do que depois remediar o errado, né?

You Might Also Like

1 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe