Kit de sobrevivência para o inverno

12:28:00

foto: Sel Oliveira
Antes de começar este post, eu preciso ser muito sincera: até pouco tempo eu não me importava nem um pouco em cuidar da minha pele. Mas tudo mudou quando fiz 30 anos. Uns falam que é exagero, mas juro que não é: o corpo começa a suplicar por coisas que você nunca fez na vida, e no meu caso, a pele foi categórica comigo: ou você me cuida, ou vai virar uma monstra.
Comecei a sentir não só o meu rosto como também a minha canela a ficar bem cracuda, sabe? Aquela pele escamosa e ressecada. Um horror. E principalmente no inverno, parece que a coisa se complica ainda mais. Então logo quando o friozinho chegou, montei um kit sobrevivência, o qual vou mostrar pra vocês agora: 


Uma vez uma amiga foi na dermatologista e saiu de lá com a seguinte informação: grande parte dos hidratantes corporais que usamos, só proporciona cheirinho e mais nada. A indicação que foi dada a ela foi o Vasenol, só que pra achar o danado é um parto, né? Joguei essa informação na mão da minha dermatologista, e além de reforçar isso, ela também me indicou um segundo produto: o Intensive Body Care da Neutrogena. E se antes dos 30 qualquer hidratante com cheirinho bastava, agora não mais. Juro que paguei barato neste frasco de 200ml. Se não me engano, custou menos de 10 Dilmas na Ikesaki. E senti uma enorme diferença no resultado. Canelas ressecadas, no more!


Ele também serve para mãos e corpo, mas foquei só para o rosto mesmo. Apesar de bem concentrado, ele não deixa aquele aspecto pesado e seboso, sabe? 
Minhas bochechas eram incrivelmente ressecadas. Foi o momento exato que resolvi parar com a negligência. Essa foi a opção que encontrei na Ikesaki também, por um preço bem justo: 12 reais. Aquele tipo de produto BB (bom e barato).


Essa opção chegou na minha Glambox de maio, e entendi porque um monte de amigas usa essa belezura. Antes de fazer a maquiagem, aplico uma camadinha do Anthelios, que ajuda no combate às rugas e manchas causadas pelo sol. É meu bem, o sol do inverno também é prejudicial. Ele não é muito baratinho (pela internet você encontra diversos preços, desde R$42 à 70 reais), mas vale a pena pra quem tem a pele sensível ou sai de vez em quando somente.


Essa opção é mais complicada de achar: só em sites gringos mesmo, e super baratinhos. Mas acredito que qualquer balm resolva o problema dos lábios. O meu racha com a maior facilidade do mundo, e sou daquelas ridículas que fica mordendo a pelinha solta, sabe? Melhor hidratar logo antes que eu fique cheia de feridas nos lábios. Blergh!


Outro produtinho que a Glambox me presenteou. E que com certeza todo mundo já sabe que é milagroso. Ele também serve para pele, mas destinei-o somente para os cabelos. E se com cabelos naturais a gente já não deve marcar touca, imagine tingido?
Uso o produto um dia sim e outro não (quando lavo os cabelos) e somente no comprimento. Ele deixa os cabelos bem macios, e o melhor de tudo, não tira o cheirinho do shampoo e do condicionador.


Para as mãos: Esse produtinho só é usado por mim depois de algum servicinho doméstico, ou antes de fazer as unhas. Ele tem um cheirinho bem gostoso e cabe na bolsa. O melhor: sendo da Avon, a gente já sabe que o precinho é bem camarada. 


Na verdade não é bem para as unhas, e sim para as cutículas dos pés, que são as que eu mais tenho problema com ressecamento. Já faz um tempinho que comprei esta cerinha, e quando ela foi lançada até virou febre. Procuro sempre deixá-la por perto, faça frio, faça calor, porque se ela fica guardadinha, não lembro de aplicá-la.
-
E me diga, que produtinho vocês usam para se hidratar neste friozinho? 

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe