Iatan GM: Perda

08:08:00

 Nada doeu mais do que o ver partir. Nada doeu mais do que ver seu coração partir. Agora então procurava por motivos fortes para continuar a existir. Procurava por razões perfeitas que lhe impedissem de querer ir também.
De tanta saudade chorava por todos os cantos. Chorava também por todos os meios. Sua alma chorava por fora, seu coração sangrava por dentro. Suas lagrimas beijavam seu rosto com o mais puro acalento ao seu coração.
Queria beijos e abraços do seu amor, e isso não tinha mais solução. Queria a segurança que seu amor lhe dava, queria sentir o cheiro que seu amor exalava. Queria de volta a parte boa de sua vida. Chorava ainda mais quando lembrava aquela partida.
Queria um momento a mais, só a chance de dizer adeus. Queria um momento a mais, só o tempo suficiente para roubar um último beijo daquele amor que era seu. Que ainda é seu.
Gritava, a cada minuto de dor. Chorava, chorava e chorava tentando expulsar a dor. Perguntava de cinco em cinco minutos a Deus:
- Porque tirou de mim o meu amor?
Meses depois ainda tentava roubar de alguém um sorriso pra poder vestir. Ainda lutava consigo para continuar a existir.
Mentia para si mesmo dizendo que tudo ficaria bem. Mentia para si mesmo tentando viver sem o amor do seu alguém. Passeava sem amor pelas praças, por onde passava até mesmo as flores choravam e caíam despedaçadas.
Sorria sempre com lagrimas nos olhos, admirando cada eterno e sofrido dia de sol. Sofria em pé na calçada quando a lua subia, enquanto dos seus olhos lágrimas ainda caíam.
Quando o relógio marcava dez horas da noite já se deitava. O cobertor agora era a única coisa que nas noites frias esquentava seu corpo. Não havia mais braços ao seu redor, a cama agora era grande demais para uma pessoa só.
Mas toda a noite desde o dia em que seu amor morreu, ao se render ao sono sentia a delicadeza de lábios sobre a sua testa. Sentia um beijo de boa noite vindo do seu amor, e sabia que de alguma forma ele passaria a noite inteira ao seu lado.
Nesse instante todo sofrimento do dia era apagado. Valia a pena viver cada dia, mesmo que sofrido, até essa hora chegar. O perfume do seu amor entrava pelo seu quarto e o envolvia quase como magia. Era nessa hora então que seu coração batia voltando à vida.




You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe