Soraia: Proteja-se!

08:00:00

Olá a todos (as)! Na última aparição no blog, nossa conversa foi um tanto quanto amena e reiterei o poder de reacender as chamas do amor para que o relacionamento continue prosperando. As dicas de hoje também são para salvar o casamento, poupando o casal de eventuais dores de cabeça. Trata-se do “Manual dos Noivos”, um guia elaborado pelo Procon-SP que pode ajudar os noivos a se preparar para o grande dia. Algumas das dicas já foram abordadas por mim aqui no blog, mas não custa revermos certos pontos, não é? Vamos a eles:



 Antes de fechar a contratação, verifique a idoneidade das empresas contratadas em diferentes endereços eletrônicos como o site do Procon, Juntas Comerciais e Receita Federal.

 Igreja, templos, sinagogas & centros religiosos – nestes locais, a grande dica é saber o local pode até oferecer, mas nunca obrigar, um pacote de serviços; no entanto, o protocolo (regulamento) do local escolhido deve ser seguido. Além disso, os noivos não são obrigados a utilizar os profissionais/serviços indicados pelo local. Por fim, outra sugestão é que o casal exija um documento assinado, descriminando tudo o que foi combinado. Se outros casais forem casar no mesmo dia e local, todos devem assinar o documento.

Cartório – Entre os pontos destacados pelo manual estão a necessidade de procurar um cartório de registros e verificar os valores cobrados e procedimentos necessários, lembrando que esse serviço é gratuito para a população de baixa renda.



Convites – Para evitar dores de cabeça, o manual indica que os noivos solicitem à empresa um croqui ou layout dos convites antes da impressão final, de modo a evitar problemas com relação à grafia dos nomes, tipos de letras e inscrições indesejáveis ou inadequadas. Ademais, no dia da entrega, o casal deve verificar se tudo ficou conforme o combinado. Caso isso não tenha acontecido, os noivos têm o direito de ter o serviço refeito, ou ter a restituição da quantia paga, por exemplo.

Festa – Além de buscar referências e fazer degustação dos serviços prestados, o manual sugere aos noivos que, ao fechar a contratação, tudo o que foi tratado verbalmente deverá estar discriminado minuciosamente em contrato. Ainda de acordo com o manual, “se algo fugir do que foi contratado, é muito importante especificar na hora da festa, por escrito, o tipo de problema ocorrido. O documento deve conter as assinaturas do responsável pela empresa e do consumidor”.

Trajes – O manual também dá dicas para que vai alugar ou comprar suas roupas para o casamento. No quesito aluguel, os noivos devem verificar descontos e pacotes extensivos a padrinhos (madrinhas), pajens (daminhas), bem como contratos minuciosos no caso de primeiro aluguel. Ademais, deve-se verificar a prova do traje com antecedência para que haja tempo de ajustes. Se o casal optar por mandar fazer suas roupas, deve solicitar um orçamento por escrito e detalhes de tudo que será feito, inclusive com relação aos prazos de prova e de entrega do serviço.



Dia da noiva – A contratante deve verificar se a empresa oferece testes de maquiagem e penteados com antecedência. Além disso, sugere-se às noivas alérgicas que levem sua própria maquiagem ou questionem a maquiagem utilizada pela equipe para evitar problemas.

Esses são apenas alguns pontos que o guia aborda. Nele os casais ainda podem encontrar dicas sobre transporte, foto e vídeo, músicas, lista de presentes e lua de mel ao longo de suas 11 páginas. O manual é disponibilizado do gratuitamente. É só clicar aqui e conferir.
-
E você já aproveitou o desconto que a loja Animma oferece para as PhDetes? Não perca tempo, porque é por tempo limitado. Clique aqui e saiba como utilizar!


You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe