Poulain pt.2 : Memórias




Depois daquele beijo, no fundo daquele estacionamento, quando meus lábios desencostaram do dele, nos entreolhamos. Ainda sem jeito pelo fato ocorrido, ofereci carona e ele sem me encarar fez um gesto de 'sim' apenas com a cabeça. Sentou do meu lado, colocou o cinto, e mudo fomos percorrendo o caminho todo, até a sua casa. No rádio, ouvíamos baixinho a voz de Iggy Pop na música Candy, música em que costumávamos cantar juntos toda sexta no bar eu que eu me encontrava nesse exato momento...
Parei em frente ao portão da casa dele e dali nos olhamos por alguns instantes, até que ele me surpreendeu com um outro beijo. Não trocamos nenhuma palavra, ele apenas se virou e saiu do carro, se esquivando da garoa, abrindo o seu portão. Eu ainda ali, pasma, olhando fixamente para ele até que a porta de sua casa se fechou.
Já era madrugada de quinta-feira, e eu ainda tinha esperanças que meu celular tocasse, e que eu entusiasmada, fosse ler o nome 'Luque' no visor frontal, afinal, ele me ligava todas as noites pra me dar boa noite. Adormeci e quando acordei vi que não havia nenhuma ligação dele, nenhuma mensagem de voz, NADA.
Quinta-feira, estava de folga mas não veria o Luque sentado na mesa ao lado da minha. Talvez fosse melhor assim. Seria um momento constrangedor, logo pela manhã. Mas tinha esperança de vê-lo ainda hoje, aqui sentando do meu lado, me acompanhando com um suco de cereja.
Esse dia pareceu durar 48 horas e nenhuma ligação - não do Luque. Resolvi continuar a desenhar as coleções de inverno, mal consegui acabar duas peças. E o dia acabou, tomei um banho e adormeci

O relógio despertou às 6h45min, e depois da minha rotina matinal, estava eu indo enfrentar os olhares e sorrisos de Luque. Mas algo me surpreendeu: ele tinha trocado a sua folga com uma outra funcionária, o que fez minha cabeça pirar. Ainda sem entender, me dirigi ao café de todos os dias, desta vez sentada sozinha, observando o final de tarde ensolarado da janela!
'Gostaria de mais uma dose de whisky?' Sem dúvida era a voz dele, logo ali atrás de mim. Me virei com um enorme sorriso estampado na minha face, o abracei, o beijei...

CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram