#aptocinquentatonsdecinza: a parede de quadros no quarto de casal


Desde que nos mudamos para este novo apartamento, sempre pensei em compor uma parede recheada de quadros. Não sabia se seria no corredor ou no home office... e acabou sendo no quarto! No apartamento anterior, tínhamos uma cabeça de veado feito no mesmo estilo e material deste alce, e depois que ele chegou, veio com ele uma vontade louca de incluir alguns acompanhantes de peso. 


Comecei timidamente colocando um quadrinho aqui e outro ali. Depois chegou o dinossauro feito em ponto cruz pela minha sogra, e por último a bandeja, o quadrinho do senhor veado e o gorila. Tudo feito com paciência, garimpado e DIY. Como? É neste post que vou explicar!


Bom... o alce foi o primeiro de tudo, como já disse anteriormente. Ele foi comprado na cor natural do MDF, e utilizei uma tinta spray preta fosca para dar um trato nele. O pequeno quadrinho de cacto foi emoldurado pelos queridos do Rei da Moldura, e a imagem eu consegui no Pinterest e mandei revelar como fotografia. Já a folha de Costela de Adão foi feita por uma designer que disponibilizou a arte dela gratuitamente em um grupo lá do Facebook que participo: o Apartamento 33. Este foi impresso pela minha impressora velha de guerra mesmo, assim como a coruja e a foto da Dora ali no alto (fiz uma pequena arte, incluindo uns chifrinhos floridos nela). Já a ilustração do Harry Potter foi encontrada na internet, e mandei imprimir em papel canvas no site da Printi. Todas essas outras molduras foram compradas na Tok&Stok.

A bandeja da lhama, o quadrinho do senhor veado e o gorila foram comprados em uma loja no Pari, aqui em São Paulo, mas não me pergunte o nome! Vi na casa de uma amiga e me apaixonei, segui as coordenadas dela (a única informação que tínhamos era: fica em frente da loja Du Chapéu!) e percorremos todas as lojinhas ali naquela calçada atrás dessas belezinhas. Não foram muito caros (não gastei nem 100 reais comprando os 3!) e deram uma outra cara para o ambiente.


Eu sei que há diversas técnicas para pendurar uma composição de quadros na parede, mas confesso que optei pelo jeito mais fácil: contei com a ajuda de mais duas mãos para averiguar de longe onde ficava mais confortável para os meus olhos. Tudo foi preso com aquela fita dupla face da 3M, mas olha... acho que teria sido melhor furar a parede! OOO FITINHA DIFÍCIL! 

Achei que o conjunto da obra ficou bem gracinha: a parede geométrica foi o grand finale da produção, não acha? Aí para completar, pendurei os mini terrários de suculentas (é fake, gente!). E foi assim que produzi o meu canto preferido da casa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram