#testdrive: Whirl


Estava eu a procura de um batom de tom terroso perfeito, e dei aquela demorada básica para encontrar algo que me agradasse 100%. Com este boom de lançamentos de batons líquidos matte, ficou um pouco insegura quanto à textura e durabilidade de algumas marcas, já que testei uns que me deixavam com aspecto de boca ensebada, logo, optei por ficar na zona de conforto mesmo.


Como eu MORRO de preguiça de ir na loja, pesquisei pela internet mesmo alguns batons da MAC que pudessem me agradar, e o escolhido foi o Whirl - esse sujeito de nome estranhou que ganhou minha boca e coração.


O mais incrível dele - além da cor, óbvio - é a facilidade na aplicação: apesar de matte, não é igual aquele giz de cera duro chamado Ruby Woo. Ele desliza perfeitamente nos lábios.


Achei a durabilidade dele bem boa também. Passei uma tarde inteira com ele e a transferência foi pouca na hora de comer e beber. Ganhou 5 estrelinhas do PhD!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram