Mischa Barros: #testdrive - Regenerador Labial Bepanthol Derma

Sorry pela qualidade das fotos, o futuro nos reserva melhorias
Olá pessoas!
Com certeza todos os amantes da pomada Bepanthol Derma cresceram os olhos pra essa novidade, né?! Particularmente, essa é uma das finalidades principais da pomada pra mim: cuidar dos lábios. E quando vi que a linha criou um produto só pra isso, vibrei e não pensei duas vezes antes de pegar na prateleira da farmácia.
O regenerador labial da Bepanthol contém Dexpantenol e vitamina E. Eis um pouquinho do que a embalagem diz sobre a função dos ingredientes:
" O Dexpantenol reforça a estrutura da pele dos lábios através da ativação do processo de regeneração natural da pele.
A vitamina E protege os lábios contra os radicais livres, que envelhecem a pele. O resultado é a sensação de conforto e de lábios nutridos."

Com certeza a sensação de lábios nutridos é garantida. Eu normalmente recorro ao Bepanthol quando a situação está crítica e/ou quando a minha imunidade cai e meus lábios abrem pequenos cortes (às vezes rola, no cantinho do nariz também). Com esse novo produto não aguentei esperar tais situações e testei com os lábios levemente ressecados apenas. Nesse caso, como disse, com certeza nutriu meus lábios e tirou a aparência das peles ressecadas, no entanto, se compararmos com a pomada, os efeitos são basicamente os mesmos.
Vamos lá, comparando com a pomada, a embalagem nem tem como, o tubo tipo de gloss é super conveniente, porém, de um produto específico para lábios, eu esperava uma textura mais leve e incolor. Nada tão incômodo como estar com pomada nos lábios, mas com certeza está mais para um tratamento noturno - e deixa agir gata - do que algo para usar durante o dia. Digo isso justamente pela textura espessa e cor levemente esbranquiçada. A sensação é de que se forma um filme de proteção nos lábios, retendo toda a umidade e hidratação, e assim mantendo-os hidratados e saudáveis.
Ps. Apesar do tubo prático, eu complico e acabo espalhando o produto com os dedos mesmo.
Em contrapartida não tem cheiro e nem  tem nenhum gosto desagradável - sei o quanto isso incomoda algumas pessoas. 
Pra quem usa batons com frequência, principalmente os líquidos de efeito matte, é uma belezinha. Vai manter seus lábios sempre livres do ressecamento que algumas fórmulas desses batons causam.
O que farei - e recomendo pra quem adquiriu o produto - é usar como um tratamento noturno, ou até mesmo em dias alternados. Como a gente faz com aquelas máscaras para os cabelos, sabe?! (Lembrando que uso balms ou o equivalente aos condicionadores labiais todos os dias.) Pretendo também testar quando começar a época de frio #esperandoansiosa e a coisa começar a ficar feia, pra ver todo o potencial do produto. Como por exemplo, posso soar como alguém sem acne testando um produto pra peles acneicas, sacomé.
Enfim, se você tem a pomada em casa e costuma usar nos lábios, não carece sair correndo pra comprar. Em comparação o resultado é basicamente o mesmo, como já disse. O Regenerador Labial é realmente mais confortável nos lábios, não tem aquele cheiro e nem o gosto da pomada, mas dá pra esperar um acabar pra comprar o outro Rs. - se você for tipo eu, não, não dá.
No geral, 3 estrelinhas do PhD! Só perdeu duas pela textura, que por ser um produto para os lábios, eu esperava que fosse mais leve, e pela cor esbranquiçada que também não sei encaixa no perfil dos produtos labiais similares no mercado.
Quem usar me conta o que achou! E eu trarei updates do efeito de regeneração em situações críticas, de fato!
Beso *:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram