Um ano se vai...

08:00:00


Você já parou pra pensar quantos planos você já fez em todos os réveillons que presenciou? Sabe dizer quantos deles foram realizados por você? Muitas vezes projetamos uma lista, ou prorrogamos a resolução de alguns problemas ou necessidades sempre pro ano seguinte; ele até vai para o papel dos projetos de ano novo, mas acabam caindo no esquecimento antes mesmo do carnaval. Isso porque grande parte das pessoas tem o péssimo costume de empurrar a vida com a barriga, e ficam só no 'quero fazer isso', mas nunca tomam a iniciativa para o 'vou fazer isso'. 
Se você se identificou com o que acabei de dizer... que tal ler este post até o fim e começar a fazer diferente? Vejo muitas pessoas sempre reclamando da vida, que as coisas não acontecem, que não tem dinheiro pra realizar a viagem dos sonhos, sair do aluguel ou a tão almejada troca do carro, que está acima do peso, que sempre fica doente, que o relacionamento está terrível.. mas nunca fazem nada pra mudar. Nunca pararam pra pensar ao menos o que tem de errado na vida que precisa ser consertado, nem parou de gastar com besteira ou deixou de ir pra balada no final de semana pra segurar os gastos e juntar a grana pra realizar aquela meta desejada, muito menos deixou de comer besteira pra perder ao menos 100 gramas e nem procurou um médico pra saber o motivo de tantos dias acamado... Teve uma DR saudável com o parceiro ou partiu pra vida de solteiro para encontrar alguém que te fizesse mais feliz? Também não! Porque se o problema for ajustado, o que terei pra reclamar amanhã?
Acredito que antes de tudo, a pessoa precisa acreditar que solucionar um problema é bem mais prazeroso do que só lamuriar para um confidente. Que é necessário deixar de dizer 'eu não consigo' ou 'eu não sei fazer' e assumir de uma vez por todas o 'eu não quero' ou o 'eu não gosto'. Que muitas vezes, se não todas as vezes, somos os principais responsáveis pelas coisas que acontecem ou deixam de acontecer em nossa vida, mesmo se há uma segunda pessoa envolvida, porque nós nos permitimos passar por aquilo, e que ninguém fará o que devemos fazer por nós mesmos.
Em segundo lugar, se tenho um problema que só eu posso resolver, porque vou protelar para amanhã ou para o ano seguinte, se posso fazer agora? Se eu preciso economizar para desafogar as dívidas, porque vou deixar pro ano que vem maneirar as saídas aos finais de semana? Se quero emagrecer, porque vou esperar o ano novo pra resistir a tentação e não comer aquele chocolate e começar a caminhada? O mais importante de tudo é manter o foco e resistir à todas as tentações que surgirem (e vão surgir!) na sua frente.
E por fim, é necessário ter em mente que nem tudo tem retorno fácil. A gente precisa perseverar para nunca desistir na metade do caminho. Ter paciência é a alma do negócio, porque só assim lembraremos que o resultado daquela dieta não vai rolar logo depois de uma semana fechando a boca, certo?
E aí? Vai se desafiar e fazer acontecer antes mesmo do ano acabar?

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe