Soraia: Lavando roupa suja...

08:00:00


Olá, galera. 
Esta semana, assim como na semana passada, meus dotes culinários deixaram a desejar. Não tive tempo para cozinhar e dependi das marmitas da minha mãe e da minha sogra para sobreviver. No domingo, estava inspirada e com boa vontade: resolvi fazer tapioca. Comprei a farinha pronta para preparo (entenda por isso apenas peneirar a farinha direto na frigideira) e fui aprender a fazer uma das coisas que mais gosto na culinária nordestina. Ficou gostoso, mas um acidente no meio do caminho fez com que eu não aproveitasse tanto a incursão à cozinha. Bati a mão em uma frigideira com manteiga derretida e acabei queimando ambas as mãos. Fora a bagunça na cozinha. Enfim, tudo isso acabou me desanimando um pouco. 
Além disso, este fim de semana estava reservado para outra estreia: a da lavadora de roupas. Eu já havia lavado algumas das minhas peças ao longo do mês, mas esta seria a primeira vez que teria que lavar grandes quantidades de roupas. Como marinheira de primeira viagem, cometi alguns pequenos erros. Por exemplo, cai na besteira de misturar lingeries de cores diferentes, acreditando que a máxima "separar roupas claras de escuras" não valesse também para elas. Resultado: estou sem calcinhas brancas e com um monte de calcinhas lilases. 


E percebi que a arte de lavar roupa envolve mais do que simplesmente jogar tudo dentro da máquina. Quando você vai lavar algo, parece que a menor das dicas vai ser a mais eficaz. Uma dessas dicas é não lavar roupas escuras logo após a lavagem de toalhas. Parece besta, não é? Mas, na hora que você vê aquele monte de roupas, surge uma vontade incontrolável de diminuí-lo o mais rápido possível e é aí que os erros surgem. Como o desaparecimento das minhas calcinhas brancas, por exemplo.Não cometi inúmeros erros depois desse. Porém, tem uma coisa que está me tirando do sério. Embora as roupas estejam limpas e cheirosas, elas não ficam macias que nem as da mamãe. E não adianta. Já mudei a quantidade de sabão em pó, coloquei mais amaciante, rezei, chorei, enfim, fiz tudo que estava ao meu alcance. 
No momento, adoraria que vocês me dessem alguma dica sobre isso. Aliás, também queria dicas para tirar o encardido de meias, sem precisar ficar esfregando tudo no tanque. Conto com a colaboração de vocês! Até a próxima!

You Might Also Like

2 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe