Jurassic Park em páginas

08:00:00


Tendo um noivo/marido tiete de dinossauros, impossível não conhecer um pouco disso tudo pra entender melhor o mundinho dele, né? E por incentivo dele mesmo me presenteando com o primeiro livro do Jurassic Park (não curti muito o nome traduzido - me queimem na fogueira), encontrado em um sebo virtual por um preço bem baratinho, iniciei a leitura da obra que originou a trilogia com dedo de Steven Spielberg. 


Pra quem nunca ouvir falar a respeito (coisa que duvido, a Globo não deixa), o livro escrito por Michael Crichton foi lançado em 1990 e três anos depois recebeu a sua versão para o cinema, batendo a maior bilheteria da história na época, além de vencer 3 Oscars, 19 outros prêmios e 15 indicações. O assunto é um parque construído para ser uma espécie de zoológico de dinossauros criados em laboratório, e por uma tentativa de sabotagem, acaba se tornando um pesadelo para os poucos visitantes e funcionários.
Uma ponto que vale ressaltar é que o filme e o livro não são 100% semelhantes. Há situações que realmente são parecidas, como o desenrolar da história, porém o primeiro livro foi bem destrinchado em dois filmes. Logo nas primeiras páginas nota-se isso. Alguns personagens fundamentais do livro também não foram muito explorados no filme, como Henry Wu, responsável por todo o processo de criação do DNA jurássico, e que aparece por 2 minutinhos no primeiro longa. Reza a lenda que Wu terá muita participação em Jurassic World, a continuação da saga, prevista para ser lançada  mundialmente em 2015.


O segundo livro, O Mundo Perdido, foi lançado por Crichton em 1995, também ganhando a sua versão para o cinema e repetindo o mesmo sucesso. O terceiro filme não foi originado de nenhum livro, mas sim de diversos aspectos das duas obras lançadas e que não foram abordados nos primeiros longas. Deve ser por isso que não me simpatizei muito com ele.
Me falta partir para a segunda obra, porém, contudo, todavia, aqui em casa só tem a versão em Inglês. Não tô ainda tão avançada assim a ponto de entender tudo. Portanto, quem ver alguma loja vendendo a versão traduzida, me avisa que saio correndo pra comprar. 
E se você não assistiu ainda o filme, recomendo. Impossível não se divertir com as cenas super elaboradas por Spielberg e sua galera pra te deixar tenso(a) do início ao fim.
-
Gostou? Então não deixe de compartilhar o link deste post em sua mídia social preferida, ou até mesmo deixar a sua opinião nos comentários. Assim podemos contar com você para fazer o blog crescer ou apenas pra compartilhar opiniões. Um beijo

You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe