Soraia: Companheiros

08:00:00

Sabe aquele dia em que tudo pode dar errado: as pessoas lhe abandonam, a chuva cai e você está sem guarda-chuva, o ônibus quebra, o metrô está lotado, seu chefe briga com você sem motivos e tudo o que você mais quer é sentar e chorar? Aí, chega em casa e uma lambida muda tudo? É desse tipo de amor que estou falando: um amor animal.
Esses seres chegam e mudam a nossa vida completamente. Requerem cuidados específicos, como alimentação e vacinas, mas, por outro lado, não nos dão nada além de amor. Você pode até brigar com eles. Porém, depois de alguns minutos, basta olhar para o lado e eles já estão lá prontos para lhe amar de novo. Quem dera que alguns seres humanos fossem assim, certo? Assim como os amigos, é você que seleciona o tipo de animalzinho que quer ter ao seu lado. No entanto, há quem diga que é ele que escolhe o dono e não o contrário. Há vários locais especializados tanto para a venda quanto para a adoção de animais, e alguns deles podem inclusive lhe ajudar a escolher o animal certo para você e seu estilo de vida. Por exemplo, não adianta você querer um labrador e deixá-lo preso o dia inteiro em um apartamento de 45 metros quadrados. Isso somente servirá para maltratar o cachorro e levará o dono a um exercício diário de sua paciência, já que é um cão de grande porte e que tem muita energia para ser gasta.


Além disso, é sempre importante saber de quem você está comprando seu animal. Vou dar um exemplo pessoal: compramos uma chihuahua e que, depois de três meses, descobrimos ser uma vira-lata linda. Em nenhum momento pensamos em devolvê-la ou em trocarmos por outro cachorro por conta disso. Safira é lindíssima, esperta, brincalhona, carinhosa e arteira, muito arteira. Ela trouxe para mim e para a nossa família muito amor, o que só fez com que eu agradecesse ainda mais por a termos escolhido. Meus pais, que nunca admitiram qualquer animal em casa, se renderam aos seus encantos e trapalhadas e hoje, quando temos que ficar distantes dela por algumas horas, ficamos pensando no que ela pode ou não estar fazendo sozinha em casa. 
Enfim, ter um animal de estimação vai além de selecionar um filhote. É analisar a compatibilidade e as demandas financeiras que virão deste novo amor. Não é uma decisão que pode ser tomada de uma hora para outra, principalmente porque eles não são acessórios: é uma vida que depende de você e não requer nada além de carinho e atenção. Portanto, deve-se pensar muito bem se está ou não preparado para este grande passo. É aí? Está pronto para amar e ser amado? Aventure-se e tenho certeza que não se arrependerá. Até a próxima!


You Might Also Like

1 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe