Grey Gardens

Sabe aqueles filmes ótimos que a Globo teima em passar somente de dia de semana de madrugada? Pois bem... numa dessas noites sem sono, liguei a TV e depois me arrependi, pois tive que brigar com o danado que não vinha e teimou em chegar quando eu tinha arranjado algo pra assistir...
Na verdade, o assunto deste texto não é exatamente o documentário Grey Gardens, gravado em 1975, e sim o filme que conta como o tal documentário foi gravado. Estrelado por Drew Barrymore e Jessica Lange (nossa queridíssima de American Horror Story) e produzido pela HBO, a trama que faturou um Emmy Awards em 2009 conta a real história de Edith Bouvier Beale (Barrymore) e Edith Ewing Bouvier (Lange), parentes de Jaqueline Kennedy, desde o auge de suas vidas luxuosas até a decadência em uma vida acumuladora.

Grey Gardens foi abandonada ao tempo por conta das dívidas de Big Edie e sua insistência em se manter na luxuosa casa sem condições alguma para tal. Isso chamou a atenção de um jornalista que passou a gravar a trajetória de mãe e filha, fazendo uma viagem ao tempo junto à elas...
Resumidamente é assim: Little Edie abandona sua carreira de atriz para cuidar da solitária mãe. Após a morte do ex-marido, Big Edie perde o direito da pensão que ainda recebia, e seus filhos tentam tirá-la de Grey Gardens por conta das altas despesas, sem sucesso.



Solitárias, ambas passam a viver em meio ao lixo e a casa praticamente devastada pelo tempo, até que a residência sofre uma interdição da prefeitura, o que chama a atenção de curiosos, jornalistas e Jaqueline.
O documentário foi exibido no Festival de Cannes em 1975, dois anos antes de Big Edie vir a falecer. Little Edie vendeu a casa em 1979 e faleceu em 2002.
Contando assim o filme não parece ter brilho algum, mas é impossível não se envolver com a história. Mãe e filha lutando contra a miséria por conta do apego material da mãe, e em contrapartida, os sonhos abandonados de Little Edie são comoventes, e ao mesmo tempo, revoltantes. Drew Barrymore está brilhante neste longa, e mostra que vai muito além das comédias românticas.

Vamos conferir algumas imagens?





Little Edie em sua juventude


Confira o trailler oficial do filme e apaixone-se:


E aqui tem um trechinho do documentário original:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram