#Fofoca PhD: O que a Polêmica pode fazer com a vida Pública?




Notícia: "Joelma anuncia fim da Banda Calypso para se dedicar à música gospel." 

Fofoca: O que a Polêmica pode fazer com a Vida Pública?


Fofoqueira Sheila: 

"Acredito que em qualquer setor em que se trabalha, qualquer um pode se prejudicar se não mantem o 'bom senso da boca'. Um ambiente de trabalho sempre exigiu bom senso e discrição, e no caso da Joelma, 'a empresa' em que ela trabalha possui muitas pessoas, uma grande exposição... No meu ponto de vista, as coisas vão muito além disso tudo... porque eu ainda não consigo entender porque as pessoas se incomodam tanto com a escolha dos outros que não influencia em absolutamente nada em sua própria vida. Mas isso é um outro assunto, né? Voltando ao caso, ela foi bem infeliz com o comentário inoportuno dela, principalmente porque atingiu diversos fãs que ela até então tinha. E o anúncio dado por ela (e não confirmado pela assessoria) me demonstrou que hoje ela está morrendo de medo feat vergonha em dar a cara pra bater."



Fofoqueira Soraia: 

"Creio que a artista anda meio perdida ultimamente. Seja por estafa ou falta de preparo, ela está escrevendo um novo caminho para a sua carreira. A questão, no caso, é: como ela está fazendo isso? Simplesmente ignorando que faz parte de uma equipe, que há decisões importantes a serem tomadas e que suas palavras têm consequências (muitas vezes, negativas). A mídia sempre faz um recorte da verdade; assim, fica difícil julgar sem saber exatamente todos os fatos. Joelma, infelizmente, tem optado por dar inúmeras declarações polêmicas, as quais podem prejudicar sua carreira daqui para a frente. Foi o que aconteceu quando ela deu sua opinião sobre os homossexuais. Trata-se de um assunto bastante delicado. Vivemos na onda do politicamente correto. Assim, se você quiser agradar a todos, deve concordar com o senso comum (o qual, como falei, preza pelo politicamente correto). E isso é um problema. No entanto, por ser uma pessoa pública, o problema tornou-se insustentável e gerou a polêmica que vimos, culminando, inclusive, numa possível dissolução da banda. Tudo gira em torno de uma palavra: respeito. E isso poucos entendem. Ninguém é obrigado a gostar de tudo, mas deve saber respeitar as decisões e opções alheias, o que inclui liberdade de expressão. Resumindo como se eu estivesse explicando meu ponto de vista para uma pessoa de cinco anos: eu posso não gostar de conviver com brancos, mas devo respeitá-los; eu posso não gostar de rezar, mas devo respeitar quem o faça; eu posso não amar pessoas do mesmo sexo que o meu, mas devo respeitá-las; eu posso não concordar com as suas ideias, mas devo respeitá-las. É simples. Não estou defendendo a Joelma. No entanto, francamente, me recuso a atirar pedras. Liberdade de expressão é um direito igualmente assegurado por nossas leis. Agora, a maneira como utilizamos esse direito é que nos complica muitas vezes."



Fofoqueira Gita: 

"O que mais me chamou atenção contudo, é o recorte da notícia em vários meios de comunicação, a respeito do que diretamente todo mundo acha. Porque na íntegra, os fatos são tratados por hipóteses, são relatados como possíveis considerações, ou seja, nem a mídia, nem o próprio jornalismo, tem a liberdade direta de falar o que pensa. Tecnicamente acredito que deve-se obedecer um padrão de narrativa, mas enfim, para eu postar aqui o link da notícia, sofri para achar a notícia realmente vinculada com o suposto julgamento de que tudo isso tem a ver com a mal dita opinião sobre homossexuais. Wherever, penso que nessa situação, é muito justo analisar o repertório dos bastidores, é muito comum um pensamento ultrapassado para uma parte da população, fazer da pessoa física Joelma o ser humano que não respeita as condições sociais alheias. A polêmica então vem como uma cortina que se abriu e colocou no picadeiro a vida particular da cantora, e então o que era pra ser problema dela, virou público. Junta-se péssimas escolhas ali, com uma equivocada frase aqui, mais meia dúzia de atitudes estranhas, entrelaçadas entre resolver problemas de âmbito público e privado, e de repente a mulher se torna uma otária. Sinceramente, quem vive da vida pública tem sim, que abraçar os ossos do ofício e ponderar o pensamento coletivo, ela foi infeliz em dizer como disse, mas tudo isso não faz dela a verdadeira carrasca do pensamento geral sobre o assunto. Mas toda polêmica é pra isso, lavar com lama a alma de quem pode menos e de quem deve mais."

Fofoqueiro Iatan: 

"Não é a primeira e nem vai ser a última vez que um artista dá bobeira e acaba por fazer o que não deve. Todo mundo deve estar ciente dos seus direitos de liberdade de expressão, mas vez por outra parece que esquecem que existe hora e momento certo pra se expressar. A banda da qual a artista faz parte já fez um sucesso estrondoso, e pode até parecer contraditório a Joelma se afirmar evangélica e desde muito tempo permanecer se apresentando com danças e roupas inadequadas ao que estamos acostumados - ou somos projetados para imaginar - dos evangélicos. Estar exposto a mídia e não saber segurar a língua traz consequências nada positivas."


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram