Brasil, um país que queremos pro futuro


O que me inspirou a este post de hoje foi um compartilhamento de uma amiga lá no Facebook há algumas semanas. Vou colar aqui pra vocês lerem porque fica mais fácil de discorrer sobre o assunto:

Escritora holandesa, falando sobre o Brasil. Texto bárbaro!
"Os brasileiros acham que o mundo todo presta, menos o Brasil, realmente parece que é um vício falar mal do Brasil. Todo lugar tem seus pontos positivos e negativos, mas no exterior eles maximizam os positivos, enquanto no Brasil se maximizam os negativos. Aqui na Holanda, os resultados das eleições demoram horrores porque não há nada automatizado. Só existe uma companhia telefônica e pasmem: Se você ligar reclamando do serviço, corre o risco de ter seu telefone temporariamente desconectado.
Nos Estados Unidos e na Europa, ninguém tem o hábito de enrolar o sanduíche em um guardanapo - ou de lavar as mãos antes de comer. Nas padarias, feiras e açougues europeus, os atendentes recebem o dinheiro e com mesma mão suja entregam o pão ou a carne.
Em Londres, existe um lugar famosíssimo que vende batatas fritas enroladas em folhas de jornal - e tem fila na porta.
Na Europa, não-fumante é minoria. Se pedir mesa de não-fumante, o garçom ri na sua cara, porque não existe. Fumam até em elevador.
Em Paris, os garçons são conhecidos por seu mau humor e grosseria e qualquer garçom de botequim no Brasil podia ir pra lá dar aulas de ‘Como conquistar o Cliente’.
Você sabe como as grandes potências fazem para destruir um povo? Impõem suas crenças e cultura. Se você parar para observar, em todo filme dos EUA a bandeira nacional aparece, e geralmente na hora em que estamos emotivos.
Vocês têm uma língua que, apesar de não se parecer quase nada com a língua portuguesa, é chamada de língua portuguesa, enquanto que as empresas de software a chamam de português brasileiro, porque não conseguem se comunicar com os seus usuários brasileiros através da língua Portuguesa. Os brasileiros são vitimas de vários crimes contra a pátria, crenças, cultura, língua, etc. Os brasileiros mais esclarecidos sabem que temos muitas razões para resgatar suas raízes culturais.
Os dados são da Antropos Consulting:
1. O Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis, e vem sendo exemplo mundial.
2. O Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do Projeto Genoma.
3. Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países, a cidade do Rio de Janeiro foi considerada a mais solidária.
4. Nas eleições de 2000, o sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estava informatizado em todas as regiões do Brasil, com resultados em menos de 24 horas depois do início das apurações. O modelo chamou a atenção de uma das maiores potências mundiais: os Estados Unidos, onde a apuração dos votos teve que ser refeita várias vezes, atrasando o resultado e colocando em xeque a credibilidade do processo.
5. Mesmo sendo um país em desenvolvimento, os internautas brasileiros representam uma fatia de 40% do mercado na América Latina.
6. No Brasil, há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se instalando, enquanto alguns países vizinhos não possuem nenhuma.
7. Das crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos, 97,3% estão estudando.
8. O mercado de telefones celulares do Brasil é o segundo do mundo, com 650 mil novas habilitações a cada mês.
9. Telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas instaladas..
10. Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade ISO-9000, maior número entre os países em desenvolvimento. No México, são apenas 300 empresas e 265 na Argentina.
11. O Brasil é o segundo maior mercado de jatos e helicópteros executivos.
Por que vocês têm esse vício de só falar mal do Brasil?
1. Por que não se orgulham em dizer que o mercado editorial de livros é maior do que o da Itália, com mais de 50 mil títulos novos a cada ano?
2. Que têm o mais moderno sistema bancário do planeta?
3. Que suas AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE ganham os melhores e maiores prêmios mundiais? :)
4. Por que não falam que são o país mais empreendedor do mundo e que mais de 70% dos brasileiros, pobres e ricos, dedicam considerável parte de seu tempo em trabalhos voluntários?
5. Por que não dizem que são hoje a terceira maior democracia do mundo?
6. Que apesar de todas as mazelas, o Congresso está punindo seus próprios membros, o que raramente ocorre em outros países ditos civilizados?
7. Por que não se lembram que o povo brasileiro é um povo hospitaleiro, que se esforça para falar a língua dos turistas, gesticula e não mede esforços para atendê-los bem? Por que não se orgulham de ser um povo que faz piada da própria desgraça e que enfrenta os desgostos sambando.
É! O Brasil é um país abençoado de fato. Bendito este povo, que possui a magia de unir todas as raças, de todos os credos. Bendito este povo, que sabe entender todos os sotaques. Bendito este povo, que oferece todos os tipos de climas para contentar toda gente. Bendita seja, querida pátria chamada BRASIL!"

Depois que li todos os tópicos e parágrafos da tal escritora holandesa de nome não divulgado (o que pode por até em dúvida se realmente foi escrito por uma escritora holandesa - caso eu esteja errada e souberem o nome dela, por favor me contem!), me inspirei a comentar as observações descritas acima, compartilhando também em meu feed o texto acima:

Eu concordo com cada vírgula quando dizem que o Brasil é um país abençoado, mas precisamos colocar alguns pontos nos números citados acima, de acordo com a Anthropos Consulting:
1. O Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis, e vem sendo exemplo mundial
- Porém, a ONU condenou a postura do Brasil, de tirar a cartilha de sexologia das escolas públicas; 
2 . O Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do Projeto Genoma.
- Parabéns, mas é o mínimo que poderiam fazer; 
3. Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países, a cidade do Rio de Janeiro foi considerada a mais solidária.
- E também é a que possui o maior número de registros de assalto à turistas, assim como SP;
4. Nas eleições de 2000, o sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estava informatizado em todas as regiões do Brasil, com resultados em menos de 24 horas depois do início das apurações. O modelo chamou a atenção de uma das maiores potências mundiais: os Estados Unidos, onde a apuração dos votos teve que ser refeita várias vezes, atrasando o resultado e colocando em xeque a credibilidade do processo.
- Temos um sistema informatizado e rápido de contagem de votos dos próximos corruptos que assumirão o poder; 
5. Mesmo sendo um país em desenvolvimento, os internautas brasileiros representam uma fatia de 40% do mercado na América Latina.
- Somos 40% de usuários, mas pagamos pela internet mais cara do mundo, e com a pior qualidade e velocidade (lentidão, no caso); 
6. No Brasil, há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se instalando, enquanto alguns países vizinhos não possuem nenhuma.
- E mesmo assim pagamos um preço absurdo nos veículos, por conta dos impostos abusivos. Quase o dobro do valor que os outros países pagam; 
7. Das crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos, 97,3% estão estudando.
- Nosso ensino teve uma queda brusca de qualidade desde os anos 90: falta material didático, merenda, vagas, carteiras, e principalmente, falta salário digno aos nossos mestres professores; 
8. O mercado de telefones celulares do Brasil é o segundo do mundo, com 650 mil novas habilitações a cada mês.
- E como tudo no Brasil, também pagamos muito caro por um serviço de péssima qualidade; 
9. Telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas instaladas..
- Entra no mesmo caso da telefonia celular, e até pouco tempo, a gente também tinha só uma única empresa responsável por nossa telefonia, A espanhola Telefônica, que por ter um serviço muito ineficiente e por não dar conta do recado, jogou a toalha para a Vivo; 
10. Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade ISO-9000, maior número entre os países em desenvolvimento. No México, são apenas 300 empresas e 265 na Argentina.
- Essas empresas também pagam impostos absurdos e muitas delas lutam absurdamente pra se manterem idôneas ano após ano; 
11. O Brasil é o segundo maior mercado de jatos e helicópteros executivos.
- E o transporte público, o mais usado no país pela maioria da população, ainda é precário e não atende a todos como deveria. Mesmo sendo caro, não possui qualidade;
-
Não é que o brasileiro tem o hábito de falar mal do país, mas sim de não ser ignorante e tampar o sol com a peneira. Não é porque temos uma coisa, que precisamos esquecer da importância de ter outra... isso é minimizar o tamanho de diversos problemas sociais e econômicos que enfrentamos! Estamos passando por complicações seríssimas na nossa política, na qual vemos que, infelizmente, o povo tem o poder do voto, mas não tem o poder de escolher adequadamente, ou por falta de opção, ou por ignorância mesmo! Vivemos numa 'democracia' que gasta milhões pra construir estádios pra copa, mas nunca tem dinheiro pra investir em educação e moradia para os menos favorecidos. Temos pessoas representando o povo lá no Senado que não condizem nem um pouco com nossas necessidades, muito pelo contrário! Parece que colocaram o cara lá pra terminar de ferrar com tudo! (vide o caso do pastor Feliciano).
Resumidamente, acredito que o brasileiro fala mal do Brasil porque, na verdade, espera o melhor pro país. Sabe que aqui é lindo, abençoado, possui requisitos pra transformar tudo isso num país de primeiro mundo, sabe de tudo isso que a escritora holandesa numerou, porém não temos representantes que pensem pelo povo, e sim por seus próprios interesses financeiros. Acho que chegou um momento que o brasileiro não sabe mais nem o que fazer, e nem pra onde ir...


Não sei se por preguiça das pessoas (por conta do texto ser muito longo), tive poucas interações que o habitual, ou eu devo ter comentado alguma besteira... mas que me fez acreditar que, quando se trata de assunto sério sobre o nosso país, nossa política ou nosso governo, as pessoas, infelizmente, não possuem o mesmo interesse que têm por imagens de piadas, de futebol, de animais fofos ou de textos com assinatura de autores que não são donos das tais frases, por exemplo. Isso é preocupante. E na verdade, não tiro essa conclusão por conta de uma 'não interação' via Facebook das pessoas com o assunto, mas no cotidiano mesmo, pela memória curta do brasileiro e pela falta de interesse com o 'bem estar' do nosso país. Mas, voltando ao foco, hoje temos uma série de meios que nos possibilitam a ter a informação necessária para que tudo o que acontece no Brasil esteja dentro do nosso interesse e conhecimento, basta querer.

Portanto, hoje temos que nos preocupar com quem vamos votar mesmo longe das próximas eleições. Não deixar cair no esquecimento atitudes e pessoas com o nome de Feliciano, Maluf, Collor, Calheiros, Genuíno, e tantos outros que fazem deste país uma piada, uma mentira, mas continuam sempre em Brasilia, mamando nas nossas tetas (sim, porque as tetas do Governo são ativas por conta dos impostos que pagamos). Não deixar de reclamar quando se sentir lesado por uma empresa que não cumpre com o contrato que você assinou e paga (caro) por isso. Nada do que foi descrito pela escritora fantasma é mentira, mas é pouco! E se a gente deixar de lado a preguiça de reclamar pra ter o que é nosso por direito, de correr atrás da capivara do cara que você está interessado em votar nas próximas eleições, de sair da zona de conforto e mudar hábitos que te transforma em um cidadão inconsciente, com certeza e aos pouquinhos, podemos mudar pra melhor a convivência em casa, no bairro, a cidadania no seu município, as melhorias no seu estado, e quem sabe, um país mais gostoso e menos desconfortável de viver?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram