Sara Richena: Dia das Crianças de Ontem x Dia das Crianças de Hoje

09:30:00

Não sei vocês, mas o Dia das Crianças era uma das datas mais aguardadas por mim, depois do Natal, é claro. Ficava um mês antes pensando no que iria pedir para o meu pai e depois vinha toda aquela expectativa se iria ganhar o que queria mesmo. Na maioria das vezes eles atendiam aos meus pedidos. Além de ganhar presente dos meus pais, também ganhava dos meus padrinhos e me lembro de um certo dia das crianças que ganhei uma bola de vôlei de um dos meus irmãos, que tinha arrumado emprego há pouco tempo. Lembro também de ganhar lembrancinhas na escola; as vezes era apenas uma sacolinha surpresa com balas e docinhos, mas só isso basta pra uma criança, não é mesmo? 

Naquela época sim, mas nos dias de hoje sinto que as crianças não se contentam com pouco,. Muitas vezes não se contentam nem com brinquedos de criança e querem mesmo é ganhar eletrônicos. Foi pensando nisso que resolvi listar alguns brinquedos de antigamente e comparar com o que os pequeninos pedem hoje em dia.


Knect x Controle 
Quando, na sua humilde imaginação, lá pelos anos 80/90 você pensou que um dia não iria precisar de um controle com fio, que se embolava no meio dos outros para passar o dia jogando? Eu ficava pra morrer quando os fios embaraçavam e ninguém queria me ajudar a desatar ou quando o controle estava velho e dava defeito toda hora e tinha que ficar colocando e tirando pra ver se melhorava. Outra coisa surreal que a gente fazia era tirar a fita e assoprar, quem nunca? Hoje em dia você aperta um único botão, coloca seu jogo e basta ficar em pé na frente da TV pra poder jogar, sem fios e sem dor de cabeça. Confesso que adoro  jogos assim, sai briga até com o namorado. 


Mini-games 
Eu e meus irmãos tivemos vários desses mini-games e pra nossa geração era muita tecnologia, né? Amava ficar encaixando as peças e quando dava errado no começo tratava logo de perder a fase e recomeçar. Esses dias navegando pelos aplicativos Android achei esse joguinho e instalei sem pensar duas vezes.Virou meu passatempo enquanto volto da faculdade. Agora reparem em toda a modernidade do pequeno game de hoje em dia, jamais consegui lidar direito com ele, meu sobrinho sabe mais que eu, claro. 


Bonecas
Atire a primeira pedra a menina que nunca teve uma coleção de fofoletes. Pedia uma nova quase toda semana, enfileirava minha família de bonecas na cama e as fofoletes eram suas filhas. Acho que fomos felizes, né? Agora, essas bonecas de hoje em dia me dão pavor, sério, morro de medo dessas criaturinhas com cara de gente, tenho mais medo do que tinha da boneca da Xuxa.

Durante minha busca por brinquedos para fazer comparações percebi que a diversão das crianças de agora são eletrônicas. Dificilmente você as vê brincando na rua com a galera do bairro, jogando bola, brincando de taco, pulando corda ou amarelinha. Essa geração não sai da frente da TV ou do computador, e sabem o que eu acho? Que eles estão perdendo a melhor fase da vida, estão perdendo o gosto de ser criança, nem livro de papel mesmo eles leem  é tudo na base no Ipad, Iphone, Tablet... Seria um pouco de culpa dos pais que não incentivam as brincadeiras ou isso é normal de acontecer mesmo com o passar dos anos? Não acho que se seja normal, acredito que os pais que viveram essa delicia de ser criança deviam mostrar aos seus filhos como era se divertir na sua idade, acredito que os pimpolhos iriam adorar brincar com os pais.


Por isso que essas crianças estão obesas e cheias de doenças, não saem de dentro de casa, da frente do computador e da televisão... não podia ser diferente mesmo. Difícil ver um magricelinha por ai de tanto que corre, pula. Raramente vejo um menino empinando pipa pelas ruas, sem contar as meninas que com 11/12 anos deixam as bonecas de lado e passam a dedicar o seu tempo com um namoradinho e maquiagens. Esse mundo tá perdido, desejo do fundo do meu coração passar aos meus filhos a essência da infância que eu vivi, tenho pra mim que será um favor que faço a eles. 


Valendo uma comparação também...


Xuxa x Maisa
Conheço muita gente da minha idade que nunca suportou a Xuxa, mas eu faço parte das crianças que aguardavam ansiosamente os sábados para poder brincar e dançar com a loira. Como cada geração tem sua rainha dos baixinhos, os pequeninos de agora contam com a espoleta da Maisa... não gostava dessa menina, nunca fui com a cara de crianças prodígio,  mas depois de ver as barbaridades que ela fazia com Silvio Santos passei a amar. Agora você me fala: E quem disse que Xuxa e Maisa são presentes de Dia das Crianças? Bee, foi só pra recordar, ok! 

Espero que tenham gostado de mergulhar um pouco no passado. Feliz dia da criança que ainda existe em você. Bêajs.

You Might Also Like

3 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe