Soraia: Vem para a festa você também!

13:27:00


A celebração do casamento, conforme já mencionei algumas vezes ao longo deste ano, tem várias etapas que precisam ser cumpridas para que saia tudo certinho. Uma dessas etapas burocráticas é a lista de convidados. Essa lista provavelmente já está pronta, uma vez que ela é essencial para o cálculo de inúmeros itens do casório, mas aqui em específico estamos falando de uma outra lista: a de convidados para a produção dos convites. Sim, queridos, essas listas são diferentes e é essa segunda que ajudará no assunto de hoje: os convites. 

Parece óbvio, mas precisamos ressaltar que a produção dos convites para o casamento não vem na proporção um para um. Costuma-se enviar os convites aos chefes de família (sejam eles homens ou mulheres) ou em nome do amigo(a), o que significa que o número de convites em papel é bem menor que o número de convidados. Assim, o primeiro passo para esta fase é definir a lista. 

Para que ninguém seja esquecido e até mesmo para facilitar a vida dos responsáveis pelo futuro check list de presença, uma dica para a produção dessa lista é lembrar dos seguintes itens: 

1) nome completo do convidado principal e quantas pessoas estão ligadas a ele; 

2) telefone de contato; 

3) endereço. 



O primeiro item é decisivo para saber em nome de quem será escrito o convite e quantas pessoas serão atendidas com um mesmo convite. Isso facilitará, inclusive, no orçamento. O telefone de contato servirá posteriormente para constatar quais são os convidados que realmente comparecerão ao evento. Por fim, o endereço. Ele servirá para que os noivos consigam se programar para a entrega dos convites, seja ela feita pessoalmente ou por correio. 


Tudo tem um preço 

Para variar um pouco, existem opções para todos os bolsos e sonhos. Assim, os noivos devem ater-se a detalhes como o tipo e a cor do papel, a impressão do convite (com ou sem relevo), quantidade de palavras, frases ou mensagens especiais, presentes que vêm junto com os convites (como bem casados ou minibebidas). Todos esses aspectos influenciam (e muito) o preço final de um convite, que vai de R$ 200 a 2.000 o cento. 

Outro item que encarece muito os convites é o uso de um profissional específico, conhecido como caligrafista, para escrever o nome dos convidados no envelope. Uma alternativa mais viável e até informal tem sido o uso de tags no lugar das palavras escritas por esses profissionais. Essa opção costuma baratear em até 50% tal quesito e garante o ar informal justamente pelo fato de ter que escrever apenas o primeiro nome dos convidados. 



Convites especiais 

Alguns casais querem oferecer convites diferenciados para seus padrinhos e pajens/daminhas. Muitas papelarias e gráficas, percebendo esta tendência, prepararam convites especiais para eles. Dessa forma, os noivos têm em mãos opções que envolvem pequenas caixas que não apenas contêm as informações do casamento, como também bebidas acompanhadas de copos ou taças, bem casados, doces, chocolates, pirulitos etc. A variedade e quantidade de itens influencia no preço desses convites, cujo valor médio é de R$ 15. Vale lembrar que esses tipos de convites não são tradicionais, muito menos obrigatórios, cabendo aos noivos escolher ou não essas opções. 




Prazos de entrega 

Independente do formato dos convites e de seus preços, o interessante é que a contratação dos itens de papelaria seja feito até 120 dias antes do casamento. Tamanha antecedência ajuda na pesquisa para a contratação da empresa, bem como na verificação do convite antes da impressão. Assim, os noivos têm tempo para conferir o que será impresso e evitar problemas como a escrita errada de nomes, endereços e horários. 

Com os convites prontos, o casal tem dois prazos para começar a entrega, os quais dependem da data do evento. Se o casamento acontecer em períodos como feriados (ou emendas de feriados), ou épocas de férias (julho/dezembro/janeiro), o ideal é que eles comecem a entregar os convites com até três meses de antecedência para dar tempo de os convidados se programarem. Se o casamento ocorrer em qualquer outro período, dois meses antes do casório é um prazo mais que satisfatório para iniciar o envio dos convites. 

Uma vez que todos os convites foram providenciados e entregue aos convidados, aproveite a lista de convidados proposta nos primeiros parágrafos deste artigo para fazer uma coisa muito importante: o RSVP. Ligar para os convidados um mês antes do evento para confirmar a presença ajuda a dar menos problemas para os noivos e também a fornecer uma ideia melhor de quantas pessoas comparecerão.





You Might Also Like

0 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe