O avanço do desodorante!


Eu sei que lendo o título deste post vocês vão pensar imediatamente no jargão 'com Avanço... elas AVANÇAM!'. Mas não... este não é um post publicitário, ok?
Quem nasceu na década de 1980 como eu vai se identificar muito com tudo que eu escreverei, e espero que compartilhem com a gente TAMBÉM o seu drama adolescente.
Se a gente for falar aqui sobre a história do desodorante, teremos um texto muito complexo. Há quem diga que o primeiro amigo das axilas surgiu em 1888 nos EUA, e era uma cera misturada com um monte de porcarias que não durava nem uma hora. Só em 1903 que os americanos lançaram o desodorante liquido que prometia mundos e fundos, mas que não surtia lá muito efeito não... Antes disso, quando ninguém tinha inventado nada ainda, os egípcios resolviam o cheiro de frango acebolado tomando vários banhos por dia, os romanos usavam almofadas debaixo do braço e os franceses se abanavam loucamente com leques, os mesmos que  mais tarde inventaram o super ultra mega blaster perfume.

Mas voltando a história que minha memória ainda lembra (pelo fato de eu ter vivido), lá na época de escola a vida não era nada fácil. O desodorante líquido era o maior terror EVER: antes de ir pra escola tomava o meu baínho, e quando tinha aulas de educação física, por exemplo, tinha a certeza que voltaria com bolotas amarelas e mágicas (sim, pois elas BROTAVAM ali) nas mangas da camiseta do uniforme. Quer algo mais constrangedor pra uma pré-adolescente? Além de não proteger muito, porque parecia depois que eu tinha passado aquele treco DEPOIS de ter suado, ele manchava alucinadamente as roupas.
A única utilidade que encontrei para o desodorante líquido na época era quando ele acabava. Na minha infância eu os enchia de água e ficava esguichando nos amigos, naquelas brincadeiras refrescantes de verão. Isso sim dá saudade...
Quando os fabricantes FINALMENTE decidiram inventar algo mais eficaz, surgiu o desodorante em gel. Prometiam 24 horas de alta proteção, mas não se sentia isso nos ônibus de volta pra casa depois de um dia árduo de trabalho de alguns colegas que tinham problemas maiores com transpiração. Este tipo de produto dava uma amenizadinha básica, mas nada de proteção para um dia inteiro. Fora que eles continuavam amarelando as mangas das camisetas e camisas... tinha a impressão que ele aumentava ainda mais a aparência suada.
Tudo parecia ter sido resolvido com o surgimento do roll on. Isso já foi lá  no começo dos anos 2000. Cheirosinhos, hidratavam o sovaquinho, não ardia depois que você depilava... uma gracinha! Mas algumas marcas AINDA não davam conta das 24 horas prometidas (nem tão meras 6 horas, por exemplo), e nem do desaparecimento das ingratas manchas amareladas. Fora que, se você deixasse pra passar logo após o banho, antes de por a roupa, vários risquinhos brancos condenavam a sua blusa querida (geralmente esses riscos eram sempre na altura do peito e barriga e irremovíveis!). E minha saga em busca do desodorante perfeito continuava...
Quando fui apresentada ao desodorante aerosol, pensei que finalmente os fabricantes tinham se dado conta de que desodorante NÃO PODIA manchar roupas, nem tão pouco te deixar pior do que se estivesse sem. Veio em seguida a decepção: além de continuar manchando, o dito cujo ainda ENGOMAVA  a manga da blusa. Um desespero total. Algumas marcas também não ajudavam nem um pouco... com o passar do dia, era desesperador o cheiro que aquilo deixava, e só um banho resolvia, porque né? Passar mais desodorante em cima do vencido é uma ideia muito da furada. Depois vieram algumas edições 'reeditadas', que inibem o crescimento dos pelinhos indesejáveis, e até aqueles que prometiam não manchar as roupas... uns dizem que funcionam, outros não... Enfim, resolvi partir pra outra e não dormir na pia...

Eis que finalmente encontrei meu grande amor. E o melhor: correspondido! Mas foi difícil porque este cara aí do lado não é encontrado em qualquer esquina... Nunca tinha ouvido ninguém falar do desodorante em creme, um garoto muito simpático que hidrata, protege meeesmo e além do mais, te deixa com cheirinho de banho durante todo o dia! Bolotas amareladas na camisa? NUNCA MAIS, AMIGA!
As marcas que já testei e deram resultado é o Rexona, Dove e Giovanna Baby. Só o último que recomendo usar somente a noite, pois ele não é muito resistente ao verão, por exemplo. 
Eu já tinha realmente cansado de mudar sempre de marca e tipos de produtos, e já começava a acreditar que EU é que tinha problemas, até conversar com algumas amigas que se decepcionavam tanto quanto eu. É um saco você se inibir em uma conversa por conta de uma pizza brotinho debaixo do braço, não é mesmo? E aquele sentimento de culpa quando você está em um ônibus, sabe que NÃO É VOCÊ que está causando o odor no lugar, mas fica com receio mesmo assim? Insegurança suvacal, NO MORE, gatas!
Falando em problemas, há quem precisa usar produtos mais fortes (já ouvi falar, e fico morrendo de dó!)... tem gente que até passa LIMÃO! Como fazem pra sair em dia de sol? Que perigo!
Mas enfim, sei que este assunto é muito constrangedor pra muitas pessoas, mas todo mundo sua, né, amigas? Vamos combinar que se trocarmos figurinhas a respeito, sempre encontraremos um melhor amigo das axilas sem fazer carão nos eventos da vida!
E me digam, POR FAVOR: qual é o tipo de desodorante preferido de vocês? Já passaram por problemas semelhantes? Como resolveram?
-
Vocês sabiam que estamos entre os 30 mais votados no Prêmio TopBlog quase todas as semanas? Mas pra gente faturar o prêmio em primeiro lugar, contamos com seu voto! Façam as PhDs mais felizes clicando no banner da premiação ali em cima, do lado esquerdo da página, que ficaremos fazendo figuinhas por aqui!

5 comentários:

  1. Realmente.. esse tema é mega apropriado, principalmente para o UNIVERSO FEMININO!

    Eu também já sofri com esse mal na pré-adolescência!
    Minha mãe, costuma passar minancora antes do desodorante. Assim segura mais o desodoréco!

    Os de aerosol me sufocam! Principalmente DOVE, minha mãe usa.. porém na hora de passar não posso estar por perto! Sinto como se me fechasse a garganta

    Uso um de roll on da Rexona!

    ResponderExcluir
  2. Que tudo esse seu post sobre desodorantes!! Vou correr pra achar esse em creme que vc indicou!! rsrs :)

    ResponderExcluir
  3. Ainda não achei "O desodorante"... hunf! Qd acho um com cheiro bom, ele mancha as roupas, minhas blusinhas brancas estão todas amarelas, quero morreerrrr! Você podia fazer uma listinha dos mais mais né? beijos!

    ResponderExcluir
  4. Ixi eu não troco o aerosol por nada, pra mim é o que melhor funciona.


    Mas nega, o desodorante em creme não é uma descoberta de agora, lembro que minha mãe usava aqueles da Avon sabe? Esses aqui http://migre.me/5K2F3
    Minha irmã usa até hoje, e ama também rs Mas acho que esse do Dove deve ser bem melhor mesmo :P

    ResponderExcluir
  5. Pra mim foi, nega Elaine!
    Nunca confiei em desodorantes, muito menos os de catálogos, pois não dá pra sentir o cheirinho e nem ver como é o babado de pertinho... Fora que os antigos da Avon eram de potinhos e mais concentrados. Estes que hoje não largo mais por nada vêm em uma bisnaguinha e parece um hidratante, mesmo.

    ResponderExcluir

Instagram