J.A: Decepção

Este texto foi enviado por uma autora que pediu anonimato. Ela o escreveu em 1986 e resolveu dividir com a gente aqui no PhD. Vamos conferir?

-

Que sentimento é esse de se sentir rejeitada e mal amada?
de ter no coração esta trava
Que dói como rajada
de espinhaço que se encrava
de sentir imensa mágoa
de ver sonhos derrubados
E encantos acabados
De sentir sensações diferentes
como nunca antes experimentado
Um vazio tão grande no peito
como se tirassem o sabor precioso da vida
Guardada
Pra nunca ser retirada
só vivida.

Que sentimento diferente é esse?
Desconhecido...
Mas agora despertado, conhecido
e talvez, jamais esquecido
É como um vulcão furioso
Que só explode desamor
quando ferem dentro de si
E arrancam do coração
a essência da vida.
Que é o amor intenso e verdadeiro.

-

Há momentos da vida em que participamos de um mundo de sonhos, no qual acreditamos em quem amamos, achando que nunca iria nos decepcionar... nos fazer mau. Parece que um dia o sonho acaba e o mundo desmorona. A gente sofre, amadurece, e tudo isso nos dá forças para continuar com a vida e o que ela nos prepara. Pode ser que nos tornamos mais frias e calculistas, mas o importante é nunca perder o amor próprio e a auto estima - só assim conseguimos amar um outro alguém novamente, e de verdade.
-
Quer participar do PhD? Envie seu texto, com foto, nome, profissão, idade, twitter e blog (se preferir) para phdemseilaoque@gmail.com que a gente publica!
E você já votou na gente para Melhor Blog de Variedades de 2011? É só clicar no banner do TopBlog ali em cima, do lado esquerdo! Se optar pelo voto via e-mail, não se esqueça de validá-lo na sua caixa de entrada.


E se você quer faturar um super kit enorme de aniversário do PhD, não fique de fora da nossa promoção! Clique aqui e saiba como participar!

Um comentário:

  1. Realmente, é terrível essa sensação da falta de amor próprio. Eu vejo como uma impotência estranha, como se aquela sensação de se sentir amada de novo nunca mais fosse voltar... Mas volta. Você nunca sabe, nunca espera, mas ela volta :)

    ResponderExcluir

Instagram