Maryah C.: Batalha da balança - Parte 2: Você é Diet, Light ou Zero?

07:00:00



Maryah C. ama café e como é esbelta que só, todas as vezes que recorre à máquina da empresa para dar um chega pra lá na preguiça, ou é convidada para um na casa da vizinha, é tomada pela dúvida e espanto alheios: você usa adoçante, né?! A resposta é sempre não e muito pelo contrário. Mas afinal, se você quer fazer dieta para manter o corpitcho, qual destes produtos é o melhor: diet, light ou zero?


Especialistas esclarecem que o alimento diet, sem açúcar, pode ser ao mesmo tempo rico em gorduras. Para quem quer perder peso, por exemplo, o recomendável é buscar um alimento light.

No caso de refrigerantes, os produtos diet, light e zero não contém açúcar e apresentam nenhuma ou menos que 4 kcal por 100 ml. A mudança da nomenclatura não quer dizer que se tenha diferenças nutricionais significativas e a diferença entre os produtos está no tipo e quantidade de adoçantes utilizados.




Diet é para quem tem alguma restrição nutricional específica



O alimento diet é o que não contém um determinado nutriente, como o glúten, o açúcar, o sódio, o colesterol ou a gordura. São produtos feitos para atender a grupos específicos, como diabéticos ou os celíacos (alérgicos a glúten). Por isso, não basta que a inscrição diet esteja na embalagem. É preciso especificar, no rótulo, qual substância retirada ou substituída na fórmula.

Os produtos diet também podem ser utilizados em dietas de emagrecimento e reeducação alimentar; mas nem sempre a ausência de uma substância significa redução de calorias.

Por isso muita gente ainda confunde diet, que pode ser entendido como "dietético", com light. No entanto, a tradução da palavra é mais ao pé da letra e quer dizer apenas "dieta" mesmo - seja ela para emagrecer, para evitar reações alérgicas (no caso dos celíacos) ou para ajudar no tratamento de doenças metabólicas (como o diabetes).


Light é para você que se preocupa com a saúde


Quando um produto é light, que em inglês significa "leve", não quer dizer que ele é totalmente isento de certo ingrediente. Basta uma redução de, no mínimo, 25%, indicada na embalagem.

Ao contrário dos alimentos diet, os produtos light não foram desenvolvidos para atender às necessidades nutricionais de determinado grupo. Eles surgiram para suprir a demanda de uma fatia crescente da população, que se preocupa com o bem-estar e a manutenção da saúde.



Zero é para quem não é diet, nem light


Os chamados alimentos zero tanto podem ser diet, quanto light - a diferença está no conceito e não nos ingredientes de fábrica. Não há nenhuma diferença na fórmula.

Por via das dúvidas, é sempre bom verificar bem os rótulos dos produtos antes de comprar.


Entenda os rótulos:




Diet: Não contém açúcar e/ou proteína e/ou gorduras. Normalmente é indicado para portadores de doenças metabólicas como diabetes. Alimentos diet podem ter valor calórico maior que aqueles que contêm açúcar e nem sempre são úteis para perda de peso.



Light: Possui menos calorias ou açúcares ou gorduras ou sódio ou outro nutriente em relação ao produto original. É indicado para pessoas que desejam reduzir o teor de açúcares, gorduras ou sal na alimentação. Nem todo alimento light é próprio para perda de peso. A redução calórica em certos alimentos é muito pequena.


Zero: Promete isenção de açúcar com redução de calorias ou isenção de nutrientes em relação ao produto original. De modo geral as indicações são semelhantes aos dos alimentos light. Quando o alimento é zero por isenção de açúcares também pode ser consumido por diabéticos.



Fonte: Site da Unilever



You Might Also Like

6 Comente aqui!

Parceria

Parceria

Facebook

follow me

follow me

Subscribe