O jeito Melisseira de ser...

Nos dias atuais, podemos definir 3 epidemias distintas de 11 entre 10 garotas brasileiras: esmaltes, roupas e...MELISSAS! E vocês sabem a história dessa marca que vira a cabeça das meninas do avesso a cada modelo lançado?

Em 1979, a Grendene lançou esse nosso grande objeto de desejo. Inspiradas nas sandálias usadas por pescadores da Riviera Francesa, o primeiro modelo recebeu o nome de aranha e foi um dos primeiros produtos a fazer merchandising na TV brasileira, na novela da Rede Globo Dancing Days.

Na década de 1980, a criançada também se encantou com os modelinhos infantis:



Desde o início, a Melissa conta com renomados profissionais nacionais e internacionais para criar suas diversas coleções, como Jean Paul Gaultier, Patrick Cox e Thierry Mugler nos anos 1980, que fizeram a marca virar moda entre os jovens. No começo da década as parcerias foram formadas com os stylists britânicos J. Maskrey e Judy Blame , o designer egípcio Karim Rashid, os irmãos Campana e recentemente com a estilista britânica Vivienne Westwood (conhecida internacionalmente por criar a moda punk e vestir diversas bandas, como o Sex Pistols), a arquiteta iraquiana Zaha Hadid e o estilista Alexandre Herchcovitch.

Você pode visualizar a evolução da Melissa ao longo dos anos clicando aqui.

De acordo com as informações do site Wikipédia, em 30 anos, a Melissa criou mais de 500 diferentes modelos, fabricou mais de 50 milhões de pares, exportou outros 20 milhões para mais de 80 países e produziu sapatos para as mais renomadas figuras da moda. A marca está nas vitrines de diversas lojas na Ásia, Europa e EUA, além de ser visto nos pés de diversas celebridades, entre elas as cantoras americanas Katy Perry e Madonna.
A mais nova campanha lançada é a Coleção Et Circenses, e como o nome indica, os modelos possuem características de elementos do circo. Segundo o diretor de criação da agência Casa Darwin e idealizador da Et Circenses, Rodrigo Leão, o conceito da coleção é “fantasia, sonho, glamour. Mas, tanto na campanha como na pauta da revista Plastic Dreams, nossa orientação foi de que o circo para Melissa tem a ver com Mulheres Extraordinárias. Porque o circo é um lugar onde as mulheres fazem coisas extraordinárias com seus corpos. Daí extrapolamos para todo tipo de mulher que faz algo extraordinário. Daí nossa escolha de uma acrobata…”. Os modelos variam entre rasteirinhas, plataformas, saltos, boots e sapatilhas e você pode compra-las na Loja Melisseiras

11 comentários:

  1. A verdade é que toda garota ama, quis, e já teve sua Melissa. Estou de olho no modelo Peep toe, que a marca,- sempre ligada nas tendências- tem um modelo maravilhoso. Está será a minha próxima Melissa.

    ResponderExcluir
  2. tenho poucas melissas (se alguém achar que 7 é pouco) e sou mega uspeita pra falar de melissa- é quase um vício, peça de colecionadora.(Tem sites que vendem modelos antigos, de coleções passadas) E a Melissa evoluiu não só no design dos sapatos, mas também na qualidade, na durabilidade (se cuidar direitinho dura anos). E na versatilidade também. Tem melissa que da pra usar na praia, no trabalho, e até em casamentos, festonas mais chics...

    ResponderExcluir
  3. Sério Nana? Você pode passar pra gente esse site de modelos antigos?

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  4. Também fiquei curiosa pra saber qual site vende melissas antigas! Sou apaixonada por alguns modelos antigos mas não os encontro em lugar algum!

    ResponderExcluir
  5. trocasevendasdomelissando.blogspot.com

    é um "bazar/brechó" da mesma melisseira do eumelisso.blogspot.com

    recomendo. Tava maluca atrás da Mary Jane, achei lá, e ainda paguei bem menos numa melissa novinha.

    =)

    ResponderExcluir
  6. Tenho cerca de seis melissas ... Cada coleção supera a outra... Não tem como não viciar.. *.*

    Aaaaaaaaaaaaamo!

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro Melissa e agora as novas coleções reforçaram aquele cheirinho gostoso delas. Já usei a minha várias vezes e o cheiro continua lá!

    ResponderExcluir
  8. A Melissa já entrou para a cultura da moda brasileira... e olha que nossa moda copia tanta coisa de fora! porém a Melissa é super brasileira, e concordo com a Nana... superou ao longo dos anos, em muito a sua qualidade e oferta de produtos... tenho uma, mas quem sabe agora aumento minha exceção para duas com a promoção? rsrs beijosss!

    ResponderExcluir
  9. Tenho um certo problema com calçados, um amor não correspondido. A maioria machuca meus pés.
    Ainda bem que isso não acontece com a Melissa. Acho que é porque desde de pequena, eu uso.
    Melissa é uma mistura de calçado, coll, chique e confortável

    ResponderExcluir
  10. Artigo interessante. Incrivel como a tecnologia influenciou o visual e material das Melissas atuais. parabens

    ResponderExcluir
  11. Achei interessante lembrar da evolução dos calçados da Melissa,os modelos sempre acompanham a moda,agradando a todos mundialmente,não só aos jovens pois os modelos atingem as mulheres mais maduras tambem,parabens.

    ResponderExcluir

Instagram