Iatan GM: Em defesa da tristeza (sem apologias a infelicidade)


É normal ter um dia letárgico. Ou dois, ou três. É normal não querer sorrir, é normal não querer expressar uma alegria que você realmente não está sentindo.
A liberdade de expressão pela qual a grande massa luta, é aquela que só trata de expressar felicidade? Pois é isso o que parece. Assim como algumas vezes também imagino que muitos pensam que existe alguma lei na constituição que proíbe as pessoas de ficarem tristes, ou infelizes com o mundo. Até onde eu sei não existe lei, nem decreto, nem pedido, nem solicitação formal. Mas eu não conheço a constituição, nem sei se é possível existir esse tipo de lei nela.
Como se não bastasse o mundo parecer conspirar ao nosso pavor, ainda temos que lidar com as pessoas. Se estamos descontentes por algum motivo, a certeza que podemos ter é que já pensamos muito nesse problema. Então qual a necessidade de tornar isso algo público, se a maioria das pessoas perguntam o que você sente apenas por perguntar? Dificilmente há algo que elas possam fazer, e os conselhos permanecem clichês. Querer saber o que se passa na nossa cabeça é fácil, mas poder ajudar, querer ajudar, é outra coisa. E é por isso que não consigo aceitar que, quando estamos tristes, há uma excessiva preocupação vinda de pessoas que sequer orbitam ao nosso redor nos nossos dias felizes.
Eles dizem que um sorriso rouba toda a atenção. A gente cresce e convive com pessoas que afirmam isso. Mas se você sorri todos os dias, por todos os motivos, seu sorriso fica desvalorizado. Seu sorriso se torna uma moeda desvalorizada, quebra toda uma economia. Se você sorri todo dia, você praticamente perde o direito de não sorrir por um único dia.
Mas não tem que ser assim. O correto é expressar as emoções no momento em que elas estiverem a flor da pele. A tristeza, meus caros, é apenas um estado profundo de reflexão. Não há mal que nunca acabe.
-
Gostou? Então não deixe de compartilhar o link deste post em sua mídia social preferida, ou até mesmo deixar a sua opinião nos comentários. Assim podemos contar com você para fazer o blog crescer ou apenas pra compartilhar opiniões.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram