Cartas de Poulain

Mexendo e remexendo nas minhas caixas de memórias, eis que encontro um desabafo breve de Poulain, que um dia passou por aqui e já deixou saudades. Era algo escrito rapidamente (nota-se pela letra corrida e borrada) em um guardanapo, em alguma noite que saímos pra beber entre amigas e discutir sobre nossos receios de garotas mais novas...
Ela e eu sempre tivemos a mesma facilidade com a escrita e dificuldade com palavras ditas. Enquanto todas falavam ao mesmo tempo em uma mesa, recebi os rabiscos dela, interrompidos por uma ligação...
Desde a infância, sempre tive um gosto peculiar pra homens, imaginava e fazia planos de como seria meus futuros namorados e namoros... sempre gostei de manter essa perspectiva! Gostava de ver casais se beijando, ficava admirada com cada movimento, cada gesto, cada olhar. De certa forma, isso me encanta até hoje. Todo homem tem que ter uma característica só sua, algo que se destaque entre os outros, algo singelo, que não é comprado e nem feito, já nasce com você!
Li este papel umas três vezes ou mais. Me dei conta que o que Poulain procurava era alguém como ela, e com todas as características plausíveis para que um homem a fizesse apaixonar, seja pela vida, pelos momentos ou por ele. 
Por muitas vezes vi com meus próprios olhos ou ouvi relatos de pessoas que procuram incansavelmente pela pessoa certa, e que as proporcione a felicidade que tanto almejam. Já falamos por aqui sobre tal procura exaustiva, e como ela pode nos cegar em encontrar o melhor pra nós. Só que... porque transferimos o que podemos ter de  melhor em nós  para outras pessoas?
Nosso maior engano é quando tentamos tampar o sol com a peneira. Seja querendo nos enganar quanto a pessoa, ou quando tentamos mudar algo em nós pra agradar outro alguém. Quanto tempo mais vai demorar pra entenderem que as pessoas se amam de verdade quando aceitamos como cada um é de verdade? Sem precisar mudar pra agradar o outro, sem pedir para que o outro mude por você... você quer ter um relacionamento ou viver em um conto de fadas mentiroso?
Esses dias me perguntaram se podemos ser felizes sem depender de um alguém. Mas é claro que a resposta foi positiva! Se transferimos a responsabilidade da nossa felicidade para as mãos de outra pessoa, não é amor, é dependência! O relacionamento só se completa quando o casal anda de mão dada um com o outro, não tentando levar o outro no colo. Ou você tem um amante ou tem um filho, não é mesmo?
Por mais que a carência gritasse em seu coração, Poulain sempre procurou não meter os pés pelas mãos. Continuou sozinha até ter a certeza que não se sentiria incomodada com a próxima pessoa que se relacionaria. Queria alguém pra chamar de amor, mas que soubesse também que entenderia seus defeitos e erros, porque assim ela seria fiel às suas atitudes e personalidade. Então, entendemos até aqui que carência não é sinônimo de desespero, certo?
Todos nós temos defeitos. E não adianta fingir que só você não tem. Então, se nessa busca você encontra alguém, porque esperar um príncipe encantado, se você mesma não é uma princesa? Mas também não se deixe enganar pela carência que colocamos em pauta - procure sem pressa por quem você sempre almejou amar, mas dentro dos quesitos, questione quais defeitos você toleraria. 
Vamos facilitar um pouco mais pra terminar? (porque está meio confuso, né?):
- Pra amar de verdade, você precisa amar primeiro a si mesma;
- Pra ser feliz você precisa buscar por isso, e não jogar a responsa nas mãos de alguém;
- Pra não morrer sozinha, você precisa aceitar os seus defeitos, e saber que você faz parte de uma raça cheia deles;
- Pra não se enganar, é necessário que você entenda que relacionamentos funcionam naturalmente, e não forçando a barra;
- Se relacione com alguém que possua o mesmo objetivo que você. E seja franca com seus objetivos. Mudá-los pra agradar a cada namoro é falta de personalidade.
- Seja sempre você. SEMPRE. Obedeça os seus limites, não contrarie as suas vontades e nunca reprima os seus desejos. 

A Poulain? Ela está muito bem, obrigada! Finalmente encontrou alguém que tenha as características necessárias pra fazê-la suspirar. Sem pressa, sem fantasias, sem ilusões...
-
É hoje o nosso sorteio, hein pessoal? Já estão preparados(as) pro nosso resultado? A partir do meio dia a promoção será encerrada, hein? Daremos o nome do(a) ganhador(a) aqui no blog, então fiquem atentos(as).

E ainda contamos com seu voto para ficar no primeiro lugar entre os 30 mais votados do prêmio TopBlog! Basta clicar no banner da premiação ali em cima, do lado esquerdo, que ficaremos na viguinha aqui!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram