Carbono | Azul Divino

Hoje escolhi duas cores que são mais a cara do outono/inverno e combinam mais com a temporada das botas e casacos pesados. Elas são 8 ou 80: 'ou você ama, ou você detesta'. Aconselho o uso somente para aquelas PhDs que possuem muita paciência e jeitinho para aplicar, ou as que podem contar com a fiel escudeira manicure profissional.

Carbono, da Colorama


O Carbono, da Colorama possui uma cor e textura linda, mas dá um certo trabalho para aplicar. Ele borra um bocado! Para tirar os cantinhos é uma tristeza! Ele também não durou muito nas minhas unhas - no terceiro dia, ele já estava descascando nas pontinhas. Mas com todos os poréns, ele agradou não só a Tuka aqui, como todos que viram minhas mãozinhas. Mas se você não quer passar a imagem gótica, escolha a vestimenta certa para usar quando aplicar o esmalte, fugindo do preto e de calçados pesados, por exemplo.
Confira o resultado:



Repararam nos cantinhos ainda sem tirar direito? Pois é, deu um trabalhão...


Se você faz a linha 'arraso com novas tendências', também tenho uma outra dica pra você:



Azul divino, da Impala



O Azul Divino, da Impala, é daqueles lendários mattes que muita gente não gosta. Na verdade, quem não gosta, curte nas mãos das outras meninas, mas entortam o nariz para aplicar nas suas. E não tiro a razão delas, pois independentemente da marca, passar esmalte fosco realmente não é fácil.
Isso porque nenhum matte apresenta uma textura muito fácil de lidar. Eles geralmente são grossos e secam muito rápido. Se você não tomar cuidado na hora da aplicação, um risco certamente aparecerá (como se tivesse borrado) ou as bordas próximas à cutícula ficam mal aplicadas (parece que passou o palitinho errado ao tirar os excesso).
Quanto as cores dos mattes, todas são lindas.  Já ouvi muitas meninas contarem que compraram o esmalte fosco porque amaram a cor, mas que não aprovou na hora da aplicação. Então, para as que não curtiram o efeito, basta aplicar o produto em duas camadas e passar o extra-brilho por cima. Assim você não precisa se desfazer da aquisição, né?
Para as que gostam, fica uma dica que facilitará muito a aplicação: use uma cor parecida com a do fosco por baixo, como cor base. Assim o matte fixa mais e não dará tanto trabalho na aplicação (como mostrei também com o Twiggy, em meu post anterior).

Para o Azul Divino, utilizei o Carbono como cor base. Foi uma camada de cada. Nem foi necessário o uso de óleo secante, pois como disse, o fosco seca muito rápido.
Veja como ficou:



"Mas Tuka, tá dificil de olhar os detalhes!". Não seja por isso! Preparei os detalhes pra vocês:












Pra não tem erro, na hora de aplicar, passe uma camada generosa do esmalte. Assim você tira os cantinhos com o palitinho sem causar nenhum dano a aparência.

Viram como não fica feio? Eu acho tão legal esse efeito! Tá certo que no terceiro dia ele já perde o fosqueado, mas dá pra arrasar em um final de semana com ele, sem problemas.

E qual foi o esmalte que fez a sua cabeça? Conte pra gente ou envie sua foto para participar da última parte do "O esmalte preferido delas", que será publicado neste domingo aqui no PhD. Junto com a foto, envie o seu nome, profissão, twitter e idade para phdemseilaoque@gmail.com até sexta-feira de manhã. A nossa promoção kit ‘PHD em Impala’ continua até 3 de abril! Para participar é só seguir as dicas abaixo:
Primeiramente, você precisa ser seguidora do nosso twitter @phdemseilaoque e também do nosso blog (não precisa ser blogueira para seguir a gente, basta ter uma conta no Twitter). O próximo passo é dar RT lá no twitter na frase "Quero ganhar o kit 'PhD em Impala' que o @phdemseilaoque está sorteando http://kingo.to/vpJ". Podem twittar quantas vezes quiserem, só tomem cuidado para não twittarem muitas vezes seguidas e floodarem tudo!

Confira os itens do kit e as regrinhas clicando aqui.

E fiquem de olho na nossa promoção relâmpago com a Impala, que vai até dia 31. Saiba mais clicando aqui


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram